Extra-campo

Cristiano Ronaldo é melhor do mundo pela quinta vez e iguala Messi; Confira outros destaques do FIFA The Best

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução: FIFA

Cristiano Ronaldo foi eleito pela quinta vez o melhor do mundo pela Fifa. O craque português superou Lionel Messi e Neymar.

Além de superar Messi em um duelo particular para melhor do mundo, Cristiano Ronaldo conseguiu mais um feito com o prêmio de hoje. O jogador do Real Madrid igualou a marca do rival do Barcelona, ambos agora com cinco troféus individuais de melhor pela Fifa.

Individualmente, Cristiano Ronaldo não manteve o nível de anos anteriores. Foi a primeira vez desde 2010 que o português não atingiu a incrível marca dos 50 gols. Ficou “apenas” nos 42 em 2016/17 pelo Real. Mas o mais importante Ronaldo conseguiu: foi campeão espanhol e campeão europeu.

Ao contrário de Ronaldo, Messi esteve em grande forma individualmente, com 54 gols marcados pelo Barcelona em 2016/17, mas acabou sem os principais títulos, assim como seu companheiro Neymar. O brasileiro, intruso da vez entre os dois, anotou 20 gols pelo Barça no período considerado pela Fifa.

No feminino, a holandesa Lieke Martens foi eleita a melhor do mundo, superando Deyna Castellanos e Carli Lloyd.

Neymar, Dani Alves e Marcelo na seleção FIFPro de 2016/17

A seleção FIFPro de melhores do ano foi divulgada na gala da Fifa, nesta segunda-feira. Três brasileiros aparecem entre os 11.

Neymar, que concorreu também ao prêmio de melhor jogador, já era esperado na seleção FIFPro. Os laterais Dani Alves e Marcelo são os outros brasileiros do time.

A seleção foi escalada no 4-3-3 e com os seguintes jogadores: Buffon; Dani Alves, Sergio Ramos, Bonucci e Marcelo; Modric, Kroos e Iniesta; Messi, Cristiano Ronaldo e Neymar.

 

Buffon recebe prêmio de melhor goleiro da Fifa

Gianluigi Buffon foi eleito o melhor goleiro da temporada 2016/17 pela Fifa. O veterano da Juventus superou Keylor Navas, do Real Madrid, e Manuel Neuer, do Bayern de Munique.

Com 39 anos, Buffon tem uma carreira de conquistas e que chega perto do fim, com a aposentadoria agendada para 2018, após a Copa do Mundo. Embora não viva mais o seu auge, o goleiro segue tendo seu trabalho reconhecido.

Na temporada passada, Buffon liderou a Juventus a um inédito hexacampeonato italiano, além do tricampeonato da Copa da Itália. A Velha Senhora chegou ainda até a final da Liga dos Campeões, e o goleiro chegou a passar 600 minutos sem tomar gol na competição.

 

Bicampeão da Europa, Zidane é eleito o melhor técnico pela Fifa

Sem surpresas, Zinedine Zidane levou o prêmio de melhor técnico na gala da Fifa. O francês superou Antonio Conte, do Chelsea, e Massimiliano Allegri, da Juventus.

Desde que assumiu o time principal do Real Madrid, depois de passagem pela equipe B, Zinedine Zidane vem acumulando troféus, em um sucesso estrondoso. Ao fim da segunda temporada, já são sete troféus conquistados.

Em 2017/18, Zidane levou o Real ao título nas duas principais competições disputadas. O clube foi campeão espanhol e da Liga dos Campeões. O bicampeonato foi um feito inédito na fase moderna da Liga dos Campeões.

Zidane agora é responsável por mais um feito inédito. O francês se tornou o primeiro a vencer o prêmio como jogador e treinador.

O prêmio Puskas de gol mais bonito do ano foi para Giroud

O primeiro troféu entregue foi o Prêmio Puskás, de gol mais bonito da temporada. O vencedor foi Olivier Giroud, do Arsenal, que marcou de calcanhar, no estilo “escorpião”.

É uma honra ganhar. Quero agradecer a quem votou no meu gol. Quero parabenizar os 10 finalistas. Foram gols maravilhosos. Dedico isso aos meus colegas do Arsenal. Sem eles não marcaria gols assim. Dedico aos meus filhos, que estão assistindo na TV neste momento, e para minha esposa, que está aqui.

Confira o gol: