F1: Mika Salo afirma que recebeu ameaças de morte após punição a Verstappen

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução/Twitter

A polêmica punição a Max Verstappen no GP dos Estados Unidos ainda segue sendo o assunto desta semana na F1: o ex-piloto Mika Salo, que foi um dos comissários da prova realizada em Austin, revelou que recebeu algumas ameaças de morte por conta da punição ao piloto holandês.

O ex-piloto de F1 Mika Salo, revelou em entrevista para o site SuomiF1 que após ter sido um dos comissários no GP dos Estados Unidos, tem recebido ameaças de morte de fãs do piloto Max Verstappen, que foi punido após a prova com o acréscimo de cinco segundos, o que fez com que ele perdesse a terceira posição que havia ganhado ao ultrapassar Kimi Raikkonen na última volta da corrida:

“Eu recebi ameaças de morte, sobretudo da Holanda. A mudança no artigo da Wikipedia foi uma piada engraçada, mas ameaças a mim e a outros membros do júri não devem ser toleradas”, afirmou Mika Salo em entrevista.

“Foi uma punição, mas regras são regras. Elas claramente dizem que, se um piloto se beneficiar da pista de apoio, ele deverá receber uma punição. Max estava à frente de Raikkonen após a curva, graças àquilo. A situação é clara.”

Curiosamente, além de ser finlandês, ou seja, conterrâneo de Kimi Raikkonen (o maior beneficiado na punição dada a Verstappen), Salo foi companheiro de equipe do pai do jovem holandês, Jos Verstappen, na extinta equipe Tyrrell.

Mika Salo também já foi comissário de outras provas da F1, inclusive, também causou polêmica no GP da Bélgica do ano passado quando puniu justamente Kimi Raikkonen, por ignorar uma bandeira amarela na reta após a Eau Rouge, e foi muito criticado na época.

LEIA MAIS:
PROMOTOR DO GP BRASIL DE F1 ACREDITA QUE AUSÊNCIA DE PILOTOS BRASILEIROS NÃO SERÁ RELEVANTE
A PUNIÇÃO DE VERSTAPPEN NO GP DOS EUA FOI JUSTA? CONFIRA AS DECLARAÇÕES DE PILOTOS E DIRIGENTES