Futebol

Flamengo confirma ruptura no joelho e Berrío não joga mais em 2017; veja previsão de volta

Publicado às

Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.

Crédito: Gilvan de Souza/Flamengo

O atacante Orlando Berrío não jogará mais em 2017. Nesta segunda, o Dr. Márcio Tannure, chefe do departamento médico do Flamengo, informou que o camisa 28 irá passar por uma cirurgia no joelho esquerdo. Em exame de imagem, foi diagnosticada uma ruptura do tendão patelar – sofrida na derrota para o São Paulo – e a recuperação promete ser bem lenta.

“É uma lesão considerada complexa. Tem um mínimo de oito meses para voltar a jogar. Tudo depende da recuperação dele. Cada paciente é um paciente. O prazo médio para retorno não dura menos de oito meses. Em alguns casos, podendo levar até mais tempo do que isso”, afirmou Tannure em entrevista coletiva no Ninho do Urubu.

Tannure lembrou que o diagnóstico inicial já preocupava, pelas dores e pela imobilização de região. Berrío desembarcou no Rio de Janeiro de cadeira de rodas e apareceu no CT rubro-negro usando muletas. De acordo com o médico-chefe do clube, a operação deve acontecer nesta terça-feira.

“Berrío teve uma ruptura do tendão patelar do joelho esquerdo. É uma lesão cirúrgica. A cirurgia dele está programada para amanhã (terça-feira). A princípio, vai ser operado amanhã”, confirmou.

O colombiano foi contratado em janeiro por cerca de R$ 11 milhões junto ao Atlético Nacional (COL) e tem vínculo com o Flamengo até fevereiro de 2019. Berrío jogou 46 partidas e marcou seis gols, além de sete assistências. Ele vinha sendo titular sob o comando do compatriota Reinaldo Rueda nos jogos do Campeonato Brasileiro.

LEIA TAMBÉM:
Cario Ribeiro vira alvo de enxurrada de críticas de rubro-negros por dizer que validaria gol de Pratto
Mauro Cezar Pereira questiona escalação de Rueda e detona Flamengo: “Time banana e frouxa”
São Paulo x Flamengo: Rubro-negros reclamam de toque de mão de Pratto no gol do São Paulo