Futebol Feminino

“Garota prodígio” do Audax/Corinthians comemora título da Libertadores Feminina

Publicado às

Estudante de Jornalismo. Setorista no Torcedores.com do Santos e Botafogo.

Ana Vitória, “garota-prodígio”, celebra conquista inédita do Corinthians/Audax

Crédito: Crédito da foto: Foto: Divulgação/ME Assessoria de Imprensa)

No último sábado, em Assunção, no Paraguai, o Audax/Corinthians pela primeira vez em sua história venceu a Copa Libertadores Feminina, o time paulista bateu nas penalidades máximas o Colo-Colo (CHI). A promissora e talentosa, Ana Vitória, foi quem converteu a última cobrança e ela relembrou como foi aquele momento decisivo.

“A única coisa que passou em minha cabeça naquele momento era o modo de como iria bater o pênalti, pois estava bastante concentrada. Na hora da cobrança era como tivesse apenas eu, a bola e a goleira no estádio, mas eu estava muito concentrada e tive a felicidade em converter a cobrança e de certo modo ajudar a minha equipe”, disse a meia.

O Audax/Corinthians além da conquista continental, fez uma bela campanha no Brasileirão Feminino ao chegar na final e sendo derrotado pelo Santos, no Paulistão da modalidade chegou até semifinais. A “garota prodígio” da equipe paulista ressaltou que o título da Libertadores veio para “coroar” a grande temporada do time de Arthur Elias.

“O título da Libertadores veio para coroar um ano que foi extremamente produtivo. Para mim esse título significa que estou no caminho certo e estou sendo bem guiada”, comentou Ana.

A talentosa meia corintiana começou jogar bola aos 8 anos de idade, na escolinha de futebol de sua cidade natal, a meio-campista se destacava entre os meninos e mesmo com o preconceito que existe, era sempre titular e destaque da equipe. Ela soma passagens pela Seleção Brasileira de base e é uma das grandes revelações recentes do futebol feminino.

LEIA MAIS: AUDAX/CORINTHIANS X COLO-COLO: ASSISTA AOS MELHORES MOMENTOS PELA FINAL DA LIBERTADORES FEMININA