Grêmio já sabe como irá eternizar a defesa inacreditável de Marcelo Grohe

Não foi uma apenas uma grande defesa para ser celebrada, comentada e logo ali esquecida. O que Marcelo Grohe fez no Monumental, de Guayaquil, diante do Barcelona, jamais será esquecido pelos torcedores do Grêmio. E o próprio clube não deixará ninguém cair no esquecimento: as luvas utilizadas pelo goleiro na vitória por 3×0 e que foram úteis para o milagre em chute de Ariel serão guardadas no museu do clube.

Eduardo Caspary
Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Crédito: Foto: Lucas Uebel/Grêmio

De acordo com informações do portal UOL Esporte, a diretoria gremista irá promover uma ação ao final da temporada para colocar as luvas utilizadas na última quarta-feira por Grohe no museu oficial. O lance ocorreu no início do segundo tempo da partida de ida da semifinal da Libertadores. Com o gol aberto, Ariel não conseguiu vencer o arqueiro gremista:

“Sobre a defesa, tenho que glorificar a Deus por ter me capacitado. Era o que eu poderia fazer ali. Era o que dava para fazer no momento. Saltar e tentar abafar, porque a bola sobrou livre para o Ariel chutar com força”, destacou Grohe em entrevista ao SporTV após o jogo.

Quem chega e quem sai dos clubes?

 

No elenco profissional gremista desde 2005 e titular absoluto desde 2014, Grohe está vivendo uma espécie de redenção no Grêmio depois de ser tido como “vilão” na derrota para o Corinthians, no primeiro turno do Brasileirão. É com ele no gol que o time gaúcho busca confirmar a vantagem sobre o Barcelona e carimbar nesta quarta-feira a vaga na grande final.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Quase lá! Veja os resultados que classificam o Grêmio à final da Libertadores

Eufórica com o bom momento, torcida do Grêmio viraliza frase na reta final do ano

Do voo ao aquecimento de UFC: cinco provas que Kannemann é a cara do Grêmio