Futebol

Grêmio quer acabar com a fama do Barcelona de eliminar brasileiros

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto: Lucas Uebel/Grêmio/Divulgação

Único representante brasileiro nas semifinais da Taça Libertadores, o Grêmio vai em busca de seu terceiro título do principal torneio de clubes da América do Sul. Para ficar com o troféu, antes, os gaúchos têm que vencer o Barcelona de Guayaquil, do Equador, fora de casa. O jogo acontece nesta quarta-feira, dia 25 de outubro, às 21h45, no horário de Brasília. Boa oportunidade pera você fazer as suas apostas esportivas e ganhar uma boa grana no Oddsshark.com.

Anteriormente, o Imortal Tricolor passou pelos compatriotas brasileiros do Botafogo. Na primeira partida válida pelas quartas de final, empate sem gols no Estádio Nilton Santos. Já em Porto Alegre, vitória simples, mas eficiente pelo placar de 1 a 0, com gol do argentino naturalizado paraguaio Lucas Barrios. O Grêmio está fora da disputa do Campeonato Brasileiro da Série A, competição que os gremistas não lutam mais pelo título e agora estão na quarta colocação da tabela, tendo 50 pontos ganhos em 30 rodadas.

Durante entrevista coletiva, Barrios afirmou que ele e os seus companheiros conhecem os adversários equatorianos. “Conhecemos o rival, o caldeirão que terá na quarta aqui. Assistimos o jogo com Palmeiras, Santos e na fase de grupo. Um time muito bom, que respeitamos muito. Eles estão com a sua torcida, vão se preparar para uma semifinal, não é todo dia que se chega. Temos que estar preparados para tudo”, disse.

O atacante já sabe também que o Grêmio vai levar sufoco do adversário dentro do Monumental de Barcelona. “Há muitos times que acham que é fácil jogar aqui. É um adversário com jogadores muito rápidos e que são difíceis nos primeiros minutos. Nós precisamos estar preparados para passar dificuldades. E estamos. Mesmo com Botafogo, tivemos, e conseguimos a volta por cima. É normal que passe sufoco no jogo. Eles vão ter que ter cuidado, o Grêmio também joga”, concluiu.

A possível escalação escolhida pelo treinador Renato Gaúcho deve ser formada pelos seguintes jogadores: Marcelo Grohe; Edílson, Geromel, Kannemann e Cortez; Michel, Arthur, Ramiro, Luan e Fernandinho; Barrios. Um novidade do Grêmio é o meio-campo Cícero, que recém chegou ao time de Porto Alegre. Ele, ao que tudo indica, vai ser opção no banco de reservas. Segundo informações da diretoria gaúcha, estão previstos cerca de 400 gremistas nas arquibancadas do estádio.

Do outro lado deste disputado confronto, o Barcelona vive uma situação bastante complicada em sua liga local. O time Guayaquil, o mais popular do Equador, é apenas o penúltimo colocado na tabela, com 13 pontos em 13 jogos. Por isso, a Libertadores virou uma interessante solução. Como Lucas Barrios citou em parágrafos anteriores deste texto, os toreros eliminaram o Palmeiras e Santos, nas oitavas e quartas de final, respectivamente.

Quando atua diante de sua torcida, o Barça é bem complicado de ser batido, além do fato de contar com atletas velozes e habilidosos. Seus jogadores que se destacam são: o meio-campo Jhon Ayovi, o goleiro Maximo Banguera e o atacante Anthony Quinonez. O Barcelona nunca foi campeão na América do Sul, mas em 1998 foi vice-campeão da Libertadores, perdendo para o Vasco da Gama.

A escalação do time dono da casa deve ser a seguinte: Máximo Banguera; Pedro Velasco, Darío Aimar, Xavier Arreaga, Mario Pineida; Matías Oyola, Oswaldo Minda, Damián Díaz, Washington Vera; Ely Esterilla e Ariel Nahuelpán. Este último nome você deve estar achando familiar, não está? O atacante argentino Ariel, de 30 anos, já vestiu a camisa do Internacional, de Porto Alegre, e Coritiba, aqui em terras brasileiras. Na sua opinião, ele deixou alguma saudade? Na minha, nenhuma! Atualmente, em 21 jogos com as cores do Barça, Ariel balançou as redes rivais em somente 4 oportunidades.

De acordo com os números disponibilizados pelo Oddsshark.com para apostas, o favoritismo para este primeiro duelo é do Barcelona, cotado em R$ 2,25, R$ 1,10 a menos que o valor atribuído ao Grêmio.

Histórico de confrontos diretos

Grêmio e Barcelona ficaram cara a cara dentro de um campo de futebol apenas em duas ocasiões. Elas aconteceram pela Copa Sul-Americana de 2012. Na parida de ida, em Porto Alegre, vitória brasileira pelo placar de 2 a 1. Em seguida, desta vez em Guayaquil, novo triunfo brazuca: 1 a 0.

Confira os jogos de ida das semifinais da Taça Libertadores da América no Torcedores:

Terça-feira (24 de outubro)

20h15 – River Plate (R$ 1,66) 1 x 0 (R$ 5,25) Lanús. Empate: R$ 3,30

Quarta-feira (25 de outubro)

21h45 – Barcelona de Guayaquil (R$ 2,35) x (R$ 3,25) Grêmio. Empate: R$ 2,85