Futebol

Gremista assumido, Tcheco vibra e se empolga em vídeo: “Não adianta secar”

Publicado às

Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Tcheco

Foto: Tcheco

Crédito: Foto: Site do Grêmio

Capitão do Grêmio na última vez que o clube disputou uma final de Libertadores, em 2007, Tcheco segue acompanhando e torcendo pelo tricolor. E ele foi mais um dos tantos gremistas a acompanhar a equipe nesta quarta-feira, data do jogo de ida da semifinal da Libertadores contra o Barcelona, em Guayaquil.

Naturalmente, o ex-meia também se empolgou com a vitória fora de casa por 3×0 e a virtual classificação à final. Em um vídeo que rapidamente viralizou entre os gremistas nas redes sociais, o atual dirigente do Paraná aparece vibrando em casa e mandando um recado aos “secadores” pela janela:

Em setembro, no aniversário do Grêmio, a reportagem do Torcedores.com ouviu Tcheco e ele voltou a reforçar todo o carinho que sente pelo ex-time:

“O Grêmio representa muito para a minha vida. Tem uma camisa com cores fortes e uma torcida apaixonante. É um clube de tradição no Brasil, na América e no Mundo. Quem passa pelo clube e vive como eu vivi intensamente, não tem como não ser gremista. Lutei por vários títulos, os mais importantes eu não consegui, mas como a torcida mesmo canta: “Mesmo não sendo campeão, o sentimento não se termina”. Agradeço a Deus por ter jogado e sido capitão do Grêmio. A minha carreira se completou”, destacou na ocasião.

Capitão entre 2006 e 2007, e depois entre 2008 e 2009, Tcheco bateu na trave duas vezes. Esteve perto da conquista da Libertadores de 2007, mas teve de se contentar com o vice-campeonato diante do Boca Juniors. O segundo “quase” foi no Brasileirão do ano seguinte, quando o tricolor deixou escapar uma vantagem de 11 pontos sobre o São Paulo, que viria a ser o campeão.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Grohe faz defesa inacreditável e explica o movimento: “Era o que dava para fazer”

Ex-goleiro do Grêmio cutuca colorados: “Podem ir dormir depois da novela”