Futebol

Jair Ventura relembra período em que foi treinado pelo próprio pai

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Vítor Silva/SSPress/Botafogo

Antes de ser treinador de futebol, Jair Ventura teve uma carreira de jogador que acabou encurtada devido a lesões. E envolveu até um período no qual teve como treinador o próprio pai: Jairzinho, tricampeão da Copa do Mundo de 1970 com a seleção brasileira e ídolo do Botafogo.

Isto aconteceu em 2004, quando Jairzinho foi contratado para treinar o Mesquita, então na Segunda Divisão do Campeonato Carioca. E no elenco do clube, estava o filho, que jogava como centroavante.

“Eu já fui treinador dele (Jair Ventura). É verdade. Ele já foi meu jogador no Mesquita. Acho que foi em 2004, na Segunda Divisão. Ele já tinha trabalhado em outros clubes aqui no Rio, como o Bangu e o Bonsucesso. Ele tentou dar seguimento à minha carreira como jogador. Ele era centroavante e fazia muito gol. Era goleador”, disse o ‘Furacão da Copa’ em entrevista ao Globoesporte.com.

Pelo Mesquita, o atual técnico do Botafogo fez apenas um jogo. O então atacante sofreu uma pubalgia que o tirou dos gramados de praticamente toda a temporada. Apenas um dos problemas que o forçaria a encerrar sua carreira e iniciar os trabalhos como treinador.

“Minha passagem pelo Mesquita foi bem rápida. Era uma Segunda Divisão do Carioca. Comecei a sentir uma lesão no adutor já na pré-temporada. Ela foi piorando e consegui fazer apenas um jogo, contra o Arraial do Cabo. O da estreia. Lembro que até fiz um gol que foi anulado”, conta Jair Ventura.

“Empatamos aquela partida. Depois, fui procurar saber o que era aquela dor que não parava. Quando fui ver, era pubalgia. Fiquei nove meses fazendo fisioterapia. Sofri bastante com as lesões na minha carreira. Acabou que não consegui jogar naquele ano”, completou.

LEIA MAIS

BRASILEIRÃO: 4 JOGOS PARA FICAR DE OLHO NA 31ª RODADA

MERCADO DA BOLA: VEJA COMO ESTÁ A BUSCA DE REFORÇOS PELO BOTAFOGO PARA 2018

(Crédito da foto: Vítor Silva/SSPress/Botafogo)