Tênis

Lesionado, Thomaz Bellucci cai no ranking e deixa top 100 pela 1ª vez desde 2014

Publicado às

Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.

Crédito: Divulgação

Sem jogar desde a estreia do US Open, em agosto, o paulista Thomaz Bellucci teve uma má notícia nesta segunda-feira em função da ausência no circuito – deixou o top 100 do ranking. Na atualização da lista da ATP, o tenista de Tietê (SP) caiu 11 posições e apareceu na 103ª colocação, com 531 pontos.

É a primeira vez que o canhoto de 29 anos perde espaço no grupo dos 100 melhores desde maio de 2014, quando era 108º na época. Bellucci vem tratando uma lesão no tendão de Aquiles desde a derrota em Flushing Meadows e até desistiu de defender o Brasil na repescagem do Grupo Mundial contra o Japão por causa do problema físico.

De acordo com seu novo preparador físico, Cassiano Costa, o atual número 2 do País deve retornar aos torneios ainda em 2017, e a tendência é que Bellucci jogue alguns Challengers pela América do Sul.

Rogério Dutra Silva, melhor brasileiro hoje no ranking, também caiu na lista da ATP e estacionou em 88º lugar. Thiago Monteiro, número 3 do País, foi outro que amargou queda nesta segunda-feira – hoje o cearense é o 134º do mundo. A boa notícia foi a volta de Guilherme Clezar ao top 200 após o vice-campeonato no Challenger de Cali, na Colômbia – hoje o gaúcho é exatamente o 200º do ranking.

Veja a situação dos melhores tenistas do Brasil no ranking:

LEIA TAMBÉM:
Números: veja em quantos jogos Thiago Monteiro permitiu a virada na temporada
Del Potro é bicampeão em Estocolmo, iguala Guga e ainda briga por vaga no ATP Finals
Ex-número 1 do Brasil, Teliana Pereira aproveita “pausa” e se casa em Curitiba