Mídia Esportiva

Mauro Cezar questiona Rueda por escalação ‘bizarra’ e detona Flamengo: “Time banana e frouxo”

Publicado às

Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.

Crédito: Reprodução/ESPN Brasil

A derrota do Flamengo para o São Paulo do último domingo não foi bem aceita por nenhum torcedor rubro-negro. Para o comentarista Mauro Cezar Pereira, dos canais ESPN, a atuação dos comandados por Reinaldo Rueda foi retrato do que apresentado na temporada – um vexame.

Em seu blog, o jornalista criticou muito a equipe pela passividade no primeiro tempo do jogo do Pacaembu, onde o São Paulo criou o placar de 2 a 0. Rueda também não escapou da sua mira, principalmente pela escalação contestada de Geuvânio e de Berrío – não de Lucas Paquetá ou Felipe Vizeu – na vaga do lesionado Guerrero.

“Covarde, o Flamengo entrou em campo sem centroavante, ‘falso 9’ ou seja lá o que fosse, sem alguém capaz de preencher espaços na área inimiga. Uma escalação bizarra de Reinaldo Rueda, somada à estratégia inadequada, jogar em contra-ataques contra um grupo em crise”, escreveu Mauro Cezar.

Até o gol de Pratto – em que a bola tocou no braço do argentino antes de entrar – foi usado pelo comentarista da ESPN para mostrar que o time rubro-negro aceita a derrota muito fácil.

“Mais um vexame desse Flamengo… banana. Sim, banana pela definição do dicionário, ou seja, ‘covarde, sem iniciativa’. O Flamengo segue colecionador de derrotas, de vexames, e incapaz de se indignar. DNA perdedor, fragilidade psicológica, desordem tática, estratégia incompreensível. Uma mescla ruim que envergonha o torcedor”, detonou Mauro Cezar.

O Flamengo ocupa apenas a sexta colocação do Campeonato Brasileiro com 46 pontos, a 13 do líder Corinthians. Um desempenho decepcionante para um elenco que investiu tanto para a temporada. Foi o que Mauro destacou no final do texto.

“Mesmo se vencer todos os oito jogos que restam, o Flamengo só poderá chegar a 70 pontos. Fez 71 em 2016 sem Diego Alves, Rhodolfo, Trauco, Renê, Rômulo, Conca, Éverton Ribeiro, Geuvânio, Berrío, Vinicius Júnior e Rueda. Elenco mais caro, recheado, aparentemente forte, mas time frouxo”, encerrou.

LEIA TAMBÉM:
Rueda explica Flamengo com Geuvânio de titular e por que Diego ficou no banco contra o São Paulo

Você conhece os melhores sites de apostas do mercado? O OddsShark te indica!