Mundia sub-17: Brasil bate Honduras em jogo fácil

A Seleção Brasileira sub-17 chegou em boa forma para a partida contra Honduras. Na primeira fase, foram três vitórias, nove pontos conquistados e a liderança do grupo.

Redação Torcedores
Textos publicados pela Redação do Torcedores.com.Contato: redacao@torcedores.com

Crédito: Reprodução: Facebook CBF

Por sua vez, Honduras teve um início de Mundial muito mais complicado. Sofreu duas goleadas (5 a 1 para a França e 6 a 1 para o Japão), mas conseguiu a vaga entre os melhores terceiros.

O jogo iniciou com a nítida impressão que o Brasil ganharia o jogo com grande facilidade, aos cinco minutos a Seleção Canarinho conseguiu sua primeira oportunidade. Wesley faz boa jogada pela direita, vai à linha de fundo e cruza. Lincoln tenta a finalização, mas é travado. A bola sobe e fica nas mãos do goleiro Rivera.

Brasil continua pressionando até que aos 10 minutos, e então consegue seu primeiro gol.

Alanzinho tabela com Wesley, recebe livre e toca para Brenner, que toca para o fundo das rede.

Depois do gol o time mostrou indolência com alguns lampejos de jogadas até que a Seleção de Honduras encontra a trave do goleiro Brasão aos 32 minutos do segundo tempo.

Aos 43 minutos do segundo tempo o Brasil acordou e Paulinho tabela com Alanzinho e depois toca para Marcos Antônio, que entra livre na área e toca na saída de Rivera, marcando o segundo gol.

Ainda no segundo tempo Brasil fez seu terceiro gol logo aos 10 minutos, novamente com Brenner.

Depois do terceiro gol, os brasileiros entraram em modo de espera para encerramento do jogo, a equipe hondurenha tentou alguma coisa com dois chutes perigosos, um inclusive na trave.

Agora os meninos do Brasil enfrentam a Alemanha no domingo meio dia em um confronto muito esperado.

LEIA MAIS:
MUNDIAL SUB-17: ATAQUE MATADOR FAZ BRASIL ESQUECER DE VINÍCIUS JÚNIOR ANTES DE DUELO COM ALEMANHA
JOIA DO PALMEIRAS, ALANZINHO VIRA “GARÇOM” E COMANDA VITÓRIA DO BRASIL NO MUNDIAL SUB-17; VEJA GOLS
MUNDIAL SUB-17 CHEGA NAS QUARTAS COM FAVORITOS BRASIL, ALEMANHA E INGLATERRA FORTES NA LUTA PELO TÍTULO