Futebol

“O Grêmio dá aula de futebol”: narrador se empolga em vitória gremista na Libertadores

Publicado às

Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Dupla Gre-Nal.

Mundial

Foto: Grêmio

Crédito: Foto: Lucas Uebel/Grêmio

O Grêmio deixou o Equador com a certeza de que o excelente futebol praticado em boa parte da temporada ainda existe. Nesta quarta-feira, pelo jogo de ida da semifinal da Libertadores contra o Barcelona, de Guayaquil, o tricolor deixou de lado o momento instável e os recentes tropeços no Brasileirão para dar uma “aula de futebol” no seu adversário.

E foi justamente essa a expressão encontrada pelo narrador Gustavo Villani, do canal a cabo Fox Sports, para definir a exibição do time de Renato Gaúcho no Monumental, de Guayaquil. Com o placar de 3×0 já construído aos 15 minutos do segundo tempo, o locutor se rendeu:

Comandado por Luan, o Grêmio passeou diante do Barcelona no Equador. O camisa 7 mostrou não apenas estar plenamente recuperado da última lesão como relembrou o lado artilheiro. Luan anotou duas vezes e foi o grande destaque da vitória tricolor, que ainda contou com um gol de falta do lateral-direito Edílson e com uma defesa inacreditável de Marcelo Grohe.

Mesmo com a grande vantagem e com a possibilidade de decidir na Arena, na quarta-feira da semana que vem, o time gaúcho mantém o discurso de humildade e de respeito ao adversário. Essa foi a tônica da entrevista do técnico Renato Gaúcho após a partida.

“Já falei com meu grupo. O Grêmio não está classificado. Do mesmo jeito, eles podem vencer lá. Lógico que conseguimos uma boa vantagem, mas o Barcelona já deu provas do quanto é eficiente. O Barcelona eliminou o Santos e merece nosso respeito. Temos mais 90 minutos em frente à nossa torcida. Temos uma boa vantagem, mas não credencia à próxima fase”, disse o treinador.

Na próxima quarta, até mesmo uma derrota por dois gols de diferença classifica o time de Renato Gaúcho à final da Libertadores. Antes, o Grêmio visita o Avaí no domingo pelo Brasileirão.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Grohe faz defesa inacreditável e explica o movimento: “Era o que dava para fazer”

Ex-goleiro do Grêmio cutuca colorados: “Podem ir dormir depois da novela”