Opinião

Opinião: 5 motivos para o Palmeiras investir na contratação de Zeca

Publicado às

Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.

Crédito: Ivan Storti/Santos F.C

O Santos recebeu na noite da última quinta-feira uma notificação judicial do lateral-esquerdo Zeca, que pede a rescisão de contrato. O camisa 37 alega atrasos nos depósitos do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) e direitos de imagem. Dessa maneira, seu ciclo no clube praiano parece estar próximo do fim, e já há muita gente interessada no futebol do jogador que já defendeu a camisa da seleção brasileira.

No Twitter, muitos torcedores do Palmeiras se animaram com o imbróglio de Zeca na Baixada e pediram para que o diretor de futebol Alexandre Mattos entre em ação para fisgar o atleta pensando em 2018. Há até quem ache que, trazendo o lateral, o Verdão também conseguiria Lucas Lima na jogada – o meia tem contrato expirando em dezembro e ainda não decidiu se renova com o Peixe.

A seguir, este autor indica CINCO razões para o Palmeiras investir na contratação de Zeca. Você tem todo direito de concordar ou não com meu ponto de vista, por isso te convido a deixar sua opinião na caixa de comentários logo abaixo da matéria.

(*MATÉRIA DE TOM OPINATIVO)

Confira!

1. CUSTO

Se Zeca deixar o Santos dessa forma – na Justiça -, o Palmeiras não precisaria desembolsar nada para trazê-lo para a Academia de Futebol. É claro que o Verdão poderia ajudar o atleta caso o Peixe não aceite pagar o que o jogador reclama nos tribunais, assim como aconteceu com Arouca, em 2015. Na ocasião, o volante tinha que receber do Peixe cerca de R$ 1,4 milhão em luvas, salários e direitos de imagem, mas o Verdão fez um acordo e arcou com as “despesas”.

2. IDADE

Vale lembrar que Zeca é um jogador com potencial para evoluir ainda mais no futebol. Aos 23 anos, ele já tem passagens pela seleção brasileira – foi medalha de ouro nos Jogos Olímpicos Rio-2016 – e a filosofia do Palmeiras é apostar na renovação para seu elenco – zagueiros Luan e Juninho e os meias Hyoran e Raphael Veiga são exemplos disso.

3. SETOR CARENTE

Mesmo com muitas contratações para 2017, o Palmeiras continuou com problemas na lateral-esquerda. Titular em 2015 e 2016, o veteraníssimo Zé Roberto não conseguiu render seu melhor, e Egídio virou alvo da exigente torcida palmeirense. Apesar de o camisa 6 estar vivendo boa fase agora com Alberto Valentim, o Verdão ainda não decidiu se renovará seu vínculo por mais uma temporada. Michel Bastos, para completar, não gosta de jogar mais de lateral e vem sofrendo com lesões. Por isso Zeca seria um ótimo nome, pensando em até titularidade da equipe para 2018.

4. POLIVALÊNCIA

Vale citar que Zeca joga de lateral-esquerdo no Santos, mas é destro de origem. Por isso ele poderia facilmente jogar em qualquer lado, até “improvisado” na direita se precisasse. Aliás o Palmeiras está cheio de atletas polivalentes, desde a era Cuca, como Tchê Tchê, Jean, Juninho, Michel Bastos, Fabiano, entre outros.

5. CARTADA POR LIMA

Não é absurdo pensar que Mattos ganharia força na empreitada para contratar Lucas Lima se trouxesse Zeca antes para a Academia de Futebol. Já aconteceu isso com Guerra e Borja quando o Palmeiras estava atrás do centroavante do Atlético Nacional (COL). Se fisgar o lateral, o Palmeiras teria “ótimas referências” para atrair também o camisa 10, que parece não estar muito afim de renovar com o Peixe. Um empurrãozinho do amigo Zeca não é um cenário tão difícil de se imaginar.

LEIA TAMBÉM:
Em ascensão, Palmeiras tem melhor desempenho nas últimas 6 rodadas do Brasileirão; veja top 10
“Homão da p…” e Clark Kent da Pompeia”, Alberto Valentim agrada como o bonitão do Palmeiras