Futebol

Opinião: Corinthians reabriu o campeonato, Palmeiras e Santos agradecem

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução: Site oficial Corinthians/ Foto: © Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

Restando oito rodadas para o término do Campeonato Brasileiro, o Corinthians vê a sua vantagem cair em seis pontos, tanto para Santos quanto para Palmeiras.

Mesmo que a distância aumente na próxima rodada, algo possível devido aos confrontos dos postulantes ao título, o líder do campeonato já não conseguirá passar a mesma confiança de antes ao seu torcedor.

A campanha no segundo turno do Corinthians é tão ruim que Palmeiras e Santos, mesmo sem pontuar como campeões, diminuíram perigosamente a distância deles entre o atual líder da competição. Para se ter uma ideia da pontuação discreta dos seus adversários, na segunda metade do campeonato, palmeirenses e santistas conquistaram, respectivamente, 21 e 18 pontos, de 33 disputados até aqui. São até pontuações razoáveis, porém nada que fizesse temer um líder de campeonato em circunstâncias normais.

O problema é que a equipe de Carille teve um aproveitamento ridículo no returno, somando apenas 36% dos pontos possíveis. Esses dados confirmam a tese de que o Corinthians só perderia o campeonato para si mesmo. Por enquanto este risco ainda está distante, mas o time parece não medir esforços para que haja um final de campeonato emocionante. A equipe, antes cirúrgica no ataque e uma fortaleza na defesa, hoje sofre para fazer gols e abre espaços aos adversários.

Aqueles que querem olhar pelo lado positivo, dizem que a vantagem para o segundo colocado, do início da derrocada corintiana até agora caiu apenas dois pontos. Isso é verdade, porém, o vice-líder era o Grêmio, outra equipe que também faz uma campanha pífia no returno. Já os pessimistas observam que, se por um lado a diferença para o segundo colocado ainda está na casa dos seis pontos, por outro, nas últimas 11 rodadas, o Palmeiras já diminuiu nove pontos da desvantagem que havia. Já os santistas, descontaram seis. E tudo isso em meio à troca de treinador, no caso alviverde e, pelo lado do Santos, à bizarra história da “volta dos que não foram”, no episódio da quase demissão de Levir Culpi do comando da equipe de Vila Belmiro.

Com base no que vem apresentando, o Santos aparenta ser a equipe que menos passa a impressão de ter forças para lutar. Já o Palmeiras parece ter ressurgido das cinzas sob o comando de Alberto Valentim. Pelos confrontos da próxima rodada, são grandes as chances do Corinthians ver sua vantagem aumentar novamente frente aos seus adversários, pois enfrenta a desesperada Ponte Preta. Mesmo sendo em campinas, teoricamente trata-se de um adversário menos complicado, visto que o Palmeiras viajará até Belo Horizonte para enfrentar o Cruzeiro, e o Santos disputará o clássico contra o São Paulo, no Pacaembu.

Independentemente dos resultados, o Corinthians não conseguirá mais passar a mesma confiança ao seu torcedor, que agora, mais do que nunca, só comemorará quando matematicamente não for mais possível ser alcançado. Além disso, se a preocupação para a partida contra a Macaca já é grande, ela fica ainda maior quando se olha para a tabela e vê o confronto seguinte, o Derby contra o Palmeiras, em Itaquera. Seria castigo demais ver o arquirrival assumir a liderança no quintal de casa.

LEIA MAIS:
CORINTHIANS SEGUE EM QUEDA NO BRASILEIRO JÁ O BOTAFOGO LIDERA O RETURNO
PALMEIRAS PODE PERDER DOIS TITULARES PARA O CLÁSSICO CONTRA O CORINTHIANS; VEJA PENDURADOS
OPINIÃO: 5 COISAS QUE O CORINTHIANS DEVE FAZER PARA EVITAR UM FIASCO HISTÓRICO