Futebol

Opinião: Grêmio largou o Brasileirão. E isso pode custar caro

Publicado às

Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)

Crédito: Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Com a base titular preservada para a semifinal da Libertadores, o Grêmio foi derrotado pelo Palmeiras (3 a 1), no último domingo, na Arena, e agora só com um milagre conseguirá o título do Brasileirão. Embora o técnico Renato Portaluppi não admita, o Tricolor largou a competição já há algum tempo, quando passou a priorizar os mata-matas da Copa do Brasil e Libertadores.

O Torcedores.com fez um levantamento que constatou que o Grêmio utilizou formação alternativa em oito das 30 rodadas disputadas no Brasileirão, tendo pífio aproveitamento de 16,6% dos pontos disputados, inferior ao lanterna Atlético-GO. Quando teve titulares, a equipe acumulou aproveitamento de 69,69%, superior ao líder Corinthians.

A estratégia de Renato em poupar no Brasileirão é extremamente arriscada porque se o Grêmio naufragar na reta final da Libertadores pode terminar a temporada sem nenhum título e o pior sem uma vaga na próxima edição da próxima Libertadores, o que seria um desastre para um clube que tanto investiu em 2017. Certamente, Renato sofreria pressão interna e teria sua presença incerta em 2018.

Pela sua grandeza, o Grêmio deveria tratar com mais carinho o Brasileirão, competição que pagará ao campeão pouco mais de R$ 18 milhões, seis milhões a menos que ao vencedor da Libertadores.

O Tricolor, que chegou a liderar a competição no início do primeiro turno, é hoje o quarto colocado, seis pontos atrás do líder Corinthians, que pode aumentar a vantagem para nove pontos caso derrote o Botafogo nesta segunda-feira, no Nilton Santos, no encerramento da 30ª rodada do Brasileirão.

VEJA MAIS:

Grêmio tem aproveitamento de rebaixado quando poupa jogadores no Brasileirão 

Sem Bruno Rodrigo e com reforços, veja os relacionados do Grêmio para a viagem ao Equador