Futebol

Mercado da bola: Palmeiras tem retorno de lateral que estava emprestado

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Palmeiras

Crédito: Foto: Divulgação/Palmeiras

A temporada de 2017 está bem próxima de terminar e alguns jogadores emprestados pelo Palmeiras já começam a retornar ao clube. Segundo apurou o Torcedores.com, o lateral direito Bruno Oliveira, que estava no Bragantino, é um deles.

O atleta de 24 anos passou a temporada 2017 emprestado ao time de Bragança Paulista e disputou A Série A-2 do Campeonato Paulista, a Copa do Brasil e a Série C do Campeonato Brasileiro – foram 29 jogos disputados e dois gols marcados.

O contrato de empréstimo de Bruno Oliveira com o Bragantino tinha duração até o dia 30 de novembro de 2017, porém, como a temporada do clube já havia terminado, teve o vínculo rescindido e retornou ao Palmeiras. O acordo do lateral com o Verdão também terminará em breve, no dia 31 de dezembro deste ano, e ele ficará livre no mercado para assinar com outras equipes.

História no Palmeiras

Revelado pelas categorias de base do próprio Palmeiras, em 2012, Bruno Oliveira nunca conseguiu muitas chances na equipe profissional do Verdão e, como tinha contrato longo, vinha sendo emprestado desde 2014 para outras equipes menores.

Naquele ano, por exemplo, passou a temporada atuando pelo Oeste de Itápolis. Já em 2015, o atleta foi emprestado para a Penapolense e no ano seguinte para o Vila Nova-GO.

Com a camisa alviverde, Bruno disputou apenas quatro partidas com a equipe profissional e não terá seu contrato renovado ao final do vínculo atual.

LEIA MAIS:

VEJA QUANTO VALE A SELEÇÃO DOS 11 MELHORES DO MUNDO E O QUE SERIA POSSÍVEL FAZER COM O VALOR

NETO DIZ QUE JOGADORES DO VERDÃO DERRUBARAM CUCA

MERCADO DA BOLA: VERDÃO RENOVA CONTRATO COM MEIA REVELAÇÃO

ROGER FLORES BRINCA SOBRE APELIDO NO CORINTHIANS: “QUASE FIZ COMERCIAL DAS HAVAIANAS”

MARCOS BRINCA COM VITÓRIA DO BOTAFOGO CONTRA CORINTHIANS E COMENTA CHANCE DE TÍTULO DO VERDÃO

NA MIRA DE REAL E ARSENAL, JOIA DO VERDÃO TERÁ SITUAÇÃO DEFINIDA APÓS MUNDIAL SUB-17