Esportes americanos

Polêmica do hino nos EUA ameaça renovação do contrato de comissário da NFL

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução/Twitter

A esperada extensão de contrato do comissário da NFL, Roger Goodell, parece não estar mais tão assegurada assim. De acordo com o jornalista Adam Schefter, da ESPN dos Estados Unidos, a controvérsia em torno dos protestos durante o hino nacional adiou a renovação do vínculo.

O documento estava pronto para ser assinado, mas o processo ficou mais lento uma vez que Goodell não tem demonstrado habilidade para lidar com o tema, que atingiu em cheio a audiência da liga, as vendas e o sentimento do país em relação ao futebol americano.

“O caso do hino mudou tudo. E eu quis dizer tudo mesmo”, disse uma fonte à ESPN.

Na última semana, um grupo de jogadores se encontrou com os proprietários em uma reunião para discutir o que a liga e os jogadores poderiam fazer para resolver os problemas pelos quais os jogadores protestaram. As questões que dizem respeito aos jogadores incluem a reforma da justiça criminal, a reforma da fiança e a condenação obrigatória, disse Goodell.

Durante as reuniõs, os donos queriam que os jogadores ficasem em pé durante o hino. A liga não fez nenhuma alteração em sua política de comportamento, o que não exige qualquer comportamento dos atletas.

“Não temos medo de conversas difíceis”, disse Goodell. “Isso foi o que tivemos na última semana para garantir que nos entendemos e sabemos o que eles querem. Eles entendem que os proprietários das franquias e a NFL realmente se preocupam com os problemas e quer fazer o melhor para as comunidades.”

A postura de Goodell tem sido considerada “passiva” e sem “habilidade” para lidar com o que pode ser considerada uma crise na liga.

Você conhece os melhores sites de apostas do mercado? O OddsShark te indica. Acesse, escolha o site com as melhores opções e bônus, cadastre-se e boa sorte!