Extra-campo

Presidente da Fifa volta a defender uso do árbitro de vídeo (VAR) na Copa do Mundo

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução: Site oficial CBF

Gianni Infantino, presidente da Fifa (Federação Internacional de Futebol), insiste em defender a implementação do VAR (sistema de vídeo-arbitragem, sigla em inglês) para a Copa do Mundo de 2018.

“Não podemos ter um mundial em 2018 que se decida por um erro de arbitragem. Temos que ajudar os árbitros e isso passa pela tecnologia. Não se pode entender o futebol sem o VAR hoje”, afirmou o mandatário, ao jornal espanhol “Marca”, na segunda-feira (23).

O uso do VAR na Copa da Rússia ainda não está confirmado. A decisão será tomada em março do ano que vem pelo Conselho da Associação Internacional de Futebol (Ifab, sigla em inglês). Infantino pressiona para que o sistema esteja presente na competição.

“Todos os campeonatos precisam absolutamente da rápida implementação do VAR”, disse. “Os ex-jogadores acreditam que o futebol irá melhorar com isso. Os avanços de nossas ações têm sido positivos. É um passo à frente. Acabará com muitos problemas”, finalizou o italiano.

Atualmente, o VAR está presente em diversas ligas nacionais da Europa, como a Bundesliga (Alemanha). A Fifa já testou o sistema na Copa das Confederações de 2017 e no Mundial de Clubes de 2016. O torneio de clubes de 2017, em dezembro, nos Emirados Árabes Unidos, também contará com o recurso.

Na América do Sul, a Copa Libertadores inicia a implementação do VAR na disputa das semifinais da atual edição. No Brasil, o sistema deve ser utilizado no ano que vem, no Campeonato Brasileiro.

Veja como funciona o VAR

O recurso pode ser usado em quatro situações: gols, pênaltis, cartões vermelhos e erros de identificação de jogadores. Em qualquer uma dessas circunstâncias, a arbitragem tem o aval para rever os lances e tomar as decisões.

Depois de um lance duvidoso, o árbitro em campo pode acionar o VAR, e vice-versa. Em seguida, o árbitro pode aceitar a informação ou rever o lance em uma tela à beira do campo. Em seguida é aplicada a decisão.

LEIA MAIS
ÁRBITRO DE VÍDEO: 3 PROBLEMAS PARA SUPERAR E EMPLACAR
‘VAI VIRAR PLAYSTATION’, DIZ LUXA SOBRE INTRODUÇÃO DE ÁRBITRO DE VÍDEO
CONMEBOL CONFIRMA ÁRBITRO DE VÍDEO NAS SEMIFINAIS DA LIBERTADORES