Extra-campo

São Judas Tadeu e Flamengo: Como o santo se tornou padroeiro do clube?

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: FOTO: Montagem Torcedores.com/ Divulgação CRF e Reprodução Internet

Neste sábado (28) se comemora mais uma aniversário de São Judas Tadeu, padroeiro de muitas igrejas católicas pelo mundo afora. E ele é padroeiro do Flamengo. Mas o que esses dois personagens tem em comum? Você saberá agora na nossa reportagem, como esta relação foi construída.

QUEM É SÃO JUDAS TADEU???

São Judas Tadeu foi um dos doze apóstolos de Jesus e foi elevado a categoria de santo no catolicismo, devido a sua ajuda para as causas difíceis e impossíveis de serem realizadas.

COMO SURGIU ESSA RELAÇÃO COM O FLAMENGO ?

Agora com relação ao “mais querido”, a parceria entre o santo e o clube vem desde à época de 1950, onde o clube amargou uma “seca” de nove anos sem títulos e graças ao Padre Góes (pároco da igreja de São Judas) que foi rezar uma missa na Gávea na ocasião, a coisa mudou de figura para o rubro-negro.

Além da missa, o padre pediu para que os jogadores acendessem uma vela para o santo e que se fizessem isso, o Flamengo voltaria a ser campeão. E foi o que aconteceu em 1953 e ainda viria os títulos de 1954 e 1955, sendo desta forma tri-campeões estaduais. O caso gerou uma grande polêmica com o Flumi, mas o “pé quente” de Pe.Góes, junto com as intervenções divinas de São Judas Tadeu, fizeram o Mengão voltar a sorrir depois de muito tempo e o santo, acabou se tornando um dos mais populares da cidade do Rio de Janeiro.

Até hoje, todo ano, o elenco vai até a igreja do Cosme Velho (bairro da Zona Sul da cidade do Rio) ou então é rezado uma missa na Gávea com homenagem ao padroeiro do clube.

“AJUDINHA” DO SANTO PARA A MÁ FASE

Voltando para os dias de hoje, o Flamengo embora não esteja passando sufoco neste Brasileirão, precisa melhorar seu rendimento que caiu depois da perda do título da Copa do Brasil, onde o técnico Reinaldo Rueda vem mudando constantemente a equipe, deixando a torcida com os “nervos à flor da pele”.

E também neste sábado (28), justamente no dia do seu padroeiro,o Mengão encara o Vasco, em disputa direta por vaga na próxima Libertadores. E uma vitória com a benção de São Judas Tadeu seria de grande valia, para o elenco rubro-negro que anda pressionado pelo fraco futebol que apresenta e também por derrotar o seu maior rival.

LEIA MAIS

MENGÃO QUER VENCER VASCO PARA SE MANTER NA ZONA DA LIBERTADORES

ESQUEMA DE SEGURANÇA DEFINIDO PARA O “CLÁSSICO DOS MILHÕES”