Futebol Feminino

Seleção Brasileira Feminina precisa de um empate para ser campeã na China

Publicado às

Estudante do 9º semestre de jornalismo e amante dos esportes, principalmente o bom e velho futebol. Setorista de Atlético-MG e Futebol Feminino.

Seleção Brasileira feminina Marta

Crédito: Créditos: Fernanda Coimbra/CBF

A Seleção Brasileira Feminina pode, nesta terça-feira, vencer o título da Copa CFA da China, que está sendo disputada neste mês de outubro. A conquista pode ser a primeira da equipe após a chegada de Vadão, que voltou a cargo para substituir Emily Lima, demitida no mês de setembro.

Depois de duas vitórias em duas partidas, o Brasil enfrenta a China e necessita apenas de um empate para confirmar a primeira colocação. A partida, que vai acontecer no Yongchuan Sports Center Stadium, em Chongqing, está marcada para às 9h (horário de Brasília).

Para o duelo frente as donas da casa, Vadão não pode contar com Thaisa e Gabi Zanotti. Desta maneira, o time titular deve ter: Bárbara, Poliana, Bruna, Rafaelle e Tamires; Andressinha e Érika; Thaisinha, Bia, Marta (c) e Adriana.

A zagueira Rafaelle, que atua no Changchun, da China, há dois anos, encontrará três companheiras de time nesta terça e descartou jogar com o ‘regulamento embaixo do braço’.

“O nosso pensamento é da vitória, apesar de termos a vantagem do empate. Desde os Jogos Olímpicos, elas querem nos enfrentar e vencer. Acho que este jogo será uma revanche para elas. Mas nós vamos com tudo, pois queremos ser campeãs com 100% de aproveitamento”, disse, entrevista à CBF TV.

Em sua estreia na competição, a Seleção Brasileira venceu o México pelo placar de 3×0. Na sequência contou com dois gols da craque Marta e aplicou 2×0 na Coreia do Norte.

Com seis pontos e cinco gols de saldo, o Brasil ocupa a primeira colocação do torneio. Logo abaixo na classificação está a China, com três pontos e zero de SG.

A Coreia do Norte, com a mesma pontuação chinesa, mas -1 de saldo é a terceira. O México, única seleção que não pode ser campeã, ainda não pontou.

LEIA MAIS:

AUDAX/CORINTHIANS VENCE O COLO COLO E CONQUISTA A LIBERTADORES FEMININA

TÍTULO DO AUDAX/CORINTHIANS CONFIRMA HEGEMONIA DO FUTEBOL BRASILEIRO NA LIBERTADORES FEMININA