Futebol

Semelhança de algoz do Brasil no Mundial Sub-17 a Márcio Araújo “acaba” com a web

Publicado às

Esportista de hobby, mas jornalista de profissão. Trabalhou como repórter do O Estado de S. Paulo, Revista TÊNIS. Tênis Virtual e CurtaTÊNIS em coberturas nacionais e internacionais de grandes eventos.

Crédito: Reprodução/Twitter

Nesta quarta-feira, o Brasil definitivamente conheceu o atacante inglês Rhian Brewster. O jogador do Liverpool, que ainda sequer foi promovido ao profissional, acabou com o sonho do tetracampeonato mundial da seleção canarinho sub-17 ao marcar os três gols da vitória por 3 a 1 pela semifinal do torneio disputado na Índia.

O camisa 9 é o artilheiro isolado com sete gols, sendo seis anotados na fase mata-mata (tinha feito três também no triunfo contra os EUA pelas quartas). Não é surpresa que o nome de Brewster tenha subido para o topo dos assuntos mais comentados no Twitter, no território brasileiro. A criatividade dos brasileiros foi capaz de comparar o atacante de 17 anos com o volante Márcio Araújo, do Flamengo. Pelo menos, na fisionomia.

Flamenguistas e torcedores de outros clubes começaram a brincar com a semelhança entre os dois, e chamaram Brewster de “filho mais velho de Márcio Araújo”. Até o perfil do SporTV no Twitter se rendeu à zoeira.

Veja só as mensagens:

LEIA TAMBÉM:
Zagueiro do Palmeiras perde gol feito com arqueiro batido no Mundial Sub-17; assista
Globo é alvo de ira de internautas por “zicar” a seleção brasileira no Mundial Sub-17

Brasil toma “hat-trick” de artilheiro inglês e cai na semifinal do Mundial Sub-17; veja gols