Treino do GP Europa 1997, com 3 pilotos empatados, completa 20 anos

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Youtube/Reprodução

O treino classificatório para o GP Europa 1997, em Jerez de La Frontera (Espanha), completa vinte anos hoje. O evento é lembrado até hoje por conta do alto grau de competitividade. Três pilotos fizeram exatamente o mesmo tempo buscando a pole position.

Naquele ano, o fim de semana do GP Europa 1997 começou com muita disputa. No Grande Prêmio, o título ainda estava em jogo. O canadense Jacques Villeneuve, da Williams e filho do lendário Gilles, estava um ponto atrás do alemão Michael Schumacher, da Ferrari.

Jacques foi campeão da temporada 1995 da CART (atual Indy). Em 1996, ele chegou na Williams e foi vice-campeão mundial, atrás apenas do companheiro Damon Hill. Schumacher já era bicampeão da Fórmula 1, em 1994 e 1995, na Benetton. O alemão chegou à Ferrari também em 1996.

No Grande Prêmio anterior, no Japão, Schumacher foi o vencedor. Villeneuve foi desclassificado por ignorar bandeiras amarelas em um treino. O canadense correu com uma liminar e chegou na quinta colocação, mas o resultado foi anulado. Após a corrida, o alemão assumiu a liderança do campeonato: 78 pontos, contra 77 do filho de Gilles.

O treino

No dia antes da corrida, foi disputado o treino classificatório. A disputa se tornou ainda mais quente para ver quem ficaria com a pole position. O resultado se tornou irrelevante ante o tempo cravado. Villeneuve pole position, Schumacher em segundo e o também alemão Heinz-Harald Frentzen, companheiro da Jacques na Williams, em terceiro.

O que chamou a atenção, porém, foi o tempo de cada um deles. Os três fecharam a volta em um rigoroso empate em 1:21.072. O canadense foi pole por ser o primeiro a conseguir tal marca. Schumi foi o segundo e Frentzen o último. De acordo com o regulamento, em caso de empate até nos milésimos de segundo (!), a vantagem é do primeiro a conseguir o feito.

Galvão Bueno, narrador da TV Globo, e Reginaldo Leme, comentarista da emissora, não esconderam o espanto. Frases como “Não acredito”, “roteiro nenhum poderia prever isso” e “A Fórmula 1 pode ter mais mil anos que isso não vai se repetir” dão a noção do quanto o fato foi extraordinário.

Confira abaixo o vídeo de cada piloto conseguindo o tempo de 1:21.072 na transmissão da TV Globo do treino classificatório para o GP Europa 1997:

LEIA MAIS
ULTRAPASSAGEM HISTÓRICA DE FELIPE MASSA COMPLETA DEZ ANOS; RELEMBRE
COM CAMPEÃO IMPROVÁVEL, GP BRASIL 2007 COMEMORA DEZ ANOS