Extra-campo

Valdivia volta a entrar na Justiça contra o Palmeiras e pede penhora das contas do clube

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Valdivia

Crédito: Divulgação

A briga jurídica entre Valdivia e o Palmeiras continua. Desta vez, o chileno voltou a processar o ex-clube cobrando R$ 1,4 milhões na Justiça. Para assegurar o valor pedido, ele pede que as contas do clube sejam penhoradas, em ação parecida ao que aconteceu há alguns meses atrás quando o meia conseguiu o bloqueio de R$ 190 mil dos cofres alviverdes.

De acordo com o site ESPN.com.br, o processo corre no Poder Judiciário de a semana passada e será analisado pelo juiz Sidney da Silva Braga.

Na ação, Valdivia afirma que o Palmeiras deveria ter pago R$ 1,84 milhões de comissão para a empresa Valdivia Sports, comandada pelo pai do jogador, referentes a sua contração em 2010. O valor foi dividido em 10 vezes de R$ 184 mil e apenas duas parcelas foram quitadas.

Na época, ambos entraram em acordo que o Palmeiras pagaria o restante em 18 parcelas de R$ 81,7 mil. Porém, uma dessas parcelas não foi paga e agora o chileno tenta a penhora das contas do clube para poder receber o valor.

Palmeiras e Valdivia se ‘reencontraram’ há pouco tempo atrás, quando o chileno visitou o Allianz Parque com a seleção nacional e saiu derrotado para o Brasil, resultado que deixou o país sul-americano fora da Copa do Mundo 2018. Querido e odiado por muitos palmeirenses, o meia ficou no clube por cinco anos em duas passagens.

LEIA MAIS

5 coisas que o Palmeiras precisa evitar para não repetir “cheirinho” do Fla de 2016