Vozes da marca

Wizards x Lakers: Randle ‘come a bola’ no fim e time de LA encerra invencibilidade rival na NBA

Publicado às

Jornalista desde 2012, com passagens pelos jornais ABCD Maior e Diário do Grande ABC, além do canal NET Cidade. Atualmente como repórter colaborador no site Torcedores.com.

Crédito: Crédito da foto: Divulgação/LA Lakers

Em um jogo emocionante pela NBA (National Basketball Association) na madrugada desta quinta-feira (26), no horário de Brasília, o Los Angeles Lakers conseguiu uma virada incrível sobre o Washington Wizards após ficar boa parte do jogo atrás do placar. No Staples Center, o time de Lonzo Ball e cia. bateu o adversário por 102 a 99 após uma prorrogação eletrizante.

O destaque nos minutos finais foi Julius Randle, que fechou a porta para John Wall e ainda fez a última cesta do jogo. Assim, o Lakers vai para sua segunda vitória e fica com 50% de aproveitamento (dois triunfos e duas derrotas) na Conferência Oeste. Já o Wizards perdeu a invencibilidade e está com três vitórias e uma derrota no Leste.

O cestinha da partida foi Bradley Beal, do Washington, que marcou 28 pontos, além de pegar seis rebotes e dar duas assistências. No Los Angeles, o maior pontuador foi o jovem Brandon Ingram, que anotou 19 pontos, obteve dez rebotes e três assistências, fechando o duelo com um double-double. Porém o destaque mesmo foi Randle, que com 11 pontos, nove rebotes e três tocos, cresceu sobre o adversário na prorrogação.

No primeiro quarto, os donos da casa – que jogaram com um uniforme retrô, que se remete às épocas em que atuava como Minneapolis – começaram com consistência e chegaram a abrir oito pontos de vantagem, mas a equipe da capital estadunidense estava ligada na partida e logo encostou, aproveitando a juventude do rival, que começava a cometer erros. Mesmo assim, o LAL venceu por 23 a 18.

No período seguinte o duelo continuou lá e cá, ponto a ponto, e qualquer erro fazia a diferença. Nisso, o Lakers começava a cometer erros de ataque e permitia o Wizards comandar as ações. Nisso, Bradley Beal e Otto Porter Jr. revesavam pontos e os visitantes viraram. Na agremiação de Los Angeles, Larry Nance Jr. fazia boa exibição individual e chegava a 14 pontos. O intervalo foi com o Washington Wizards liderando por 49 a 45.

No terceiro quarto, o Washington entrou mais aceso que os donos da casa e começaram a esboçar distanciamento do placar. O Lakers sentia o peso da falta de experiência de seus jogadores e via os adversários abrirem dez pontos. John Wall, até então sumido, começou a pontuar e Beal continuava em alto nível. Do lado de LA, o técnico Luke Walton começava a mexer na formação e nomes como Larry Nance Jr. e Jordan Clarkson já começavam a ser poupados. dessa forma, o Wizards foi para a parte final com 10 pontos à frente: 79 a 69.

Os últimos 12 minutos foram improváveis, se analisadas as capacidades de cada time. A equipe da capital caiu bastante de rendimento, enquanto a agremiação de Los Angeles reagiu na base da raça. Brandon Ingram, Kyle Kuzma, Lonzo Ball, Julius Randle e Caldwell-Pope se uniram e fizeram um bom jogo coletivo, o que fez LA empatar em 92 a 92 no fim e provocar uma prorrogação que parecia não acontecer, pelo jogado pelos times no período anterior.

Na prorrogação, foi a hora de Ingram e Randle arrebentarem. Ingram resolvia no ataque, enquanto Randle era um monstro na marcação. Com um minuto para o fim, Caldwell-Pope acertou uma bola de três que fez o Lakers virar o jogo para 100 a 99, jogando a pressão para o outro lado. O Wizards, que parecia incrédulo, não acertava mais nada e Wall e Beal não conseguiram resolver. Nisso, Randle deu um toco em Marcin Gortat e ganhou a posse de bola. Depois, foi lá na frente e fez a última cesta da partida: 102 a 99.

O Wizards tentou empatar na última bola, mas falhou. Vitória do jovem Los Angeles Lakers.

Assista ao desempenho de Randle no fim, garantindo o triunfo de Los Angeles:

VEJA MAIS
OPINIÃO: O LAKERS FINALMENTE ENCONTROU SEU PLAYMAKER E ESTÁ NA BRIGA PELOS PLAYOFFS

A GMS é uma empresa jovem, atual e global, líder em desenvolvimento de plataformas de relacionamento e oportunidades de negócios na indústria esportiva na América Latina, organizando desde congressos até viagens de Networking.