Futebol Sul-Americano

No dia 30 de novembro se comemora o dia da amizade entre Brasil e Argentina, saiba as historias da rivalidade, daquele que para muitos, é o maior clássico do Mundo.

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Créditos/Lucas Figueiredo

Segundo informações, todo brasileiro admira o futebol argentino, pela raça e pelo numero de craques, do outro lado, os argentinos não assumem, mas, acham o futebol brasileiro técnico e, com muitos jogadores acima do comum.

Os dois são celeiros de craques, por isso, a rivalidade é tão grande, para o mundo Pelé e Maradona são os dois maiores jogadores de todos os tempos, hoje os dois craques dos países vizinhos são: Neymar e Messi, que chegaram a jogar juntos no Barcelona. As duas nações tiveram uma constelação de craques, Garrincha, Leônidas, Careca, Romário, Ronaldo, Rivelino, Djalma Santos pelo lado brasileiro; Di Stefano, Passarela, Redondo, Ortega, Batistuta, Stabile pelo lado argentino. Essa lista é muito grande, mas, vamos aos números.

Os argentinos venceram a Copa America por 14 vezes, contra oito do Brasil, os hermanos não vencem a competição desde 1993, já os brasileiros começaram levar a serio a Copa América em 1989, quando venceu depois de quarenta anos, sendo que foi disputada no Brasil. Eles possuem duas medalhas de ouro nas Olimpíadas, uma em 2004, outra em 2008, já os brasileiros, ganharam apenas uma em 2016, quando o evento foi em nosso país. Copas do Mundo o Brasil é o maior vencedor da competição, com cinco conquistas, já os vizinhos possuem apenas duas. A Copa das Confederações, os argentinos têm uma, o Brasil quatro. No superclássico das Américas, a Argentina tem cinco títulos, o Brasil 11. No Pan Americano a seleção argentina possui apenas um, o Brasil dois. No sub 20, os vizinhos levam uma vantagem de seis títulos, contra cinco da nossa seleção. Sub 17, eles não têm, o Brasil três vezes foi campeão.

A primeira partida entre as duas seleções ocorreu em 1908, onde o Brasil perdeu por 2×3 no Rio de Janeiro, a segunda foi em São Paulo, no ano de 2012, onde a seleção brasileira foi derrotada por 3×6, época em que as duas seleções eram amadoras, a primeira oficial foi em 1914, novamente os argentinos venceriam por 3×0 num amistoso, mas, sete dias depois, valendo pela Copa Roca (hoje chamado de superclássico das Américas, torneio onde apenas Brasil e Argentina se enfrentam), a seleção amarela tem sua primeira vitoria, pelo placar de 0x1 dentro da casa dos adversários. Jogando no Brasil, em 1919 pela Copa America, a seleção brasileira venceu por 3×1, foi à primeira vitoria em solo brasileiro contra os argentinos.

Goleadas de destaque: No ano de 1940, sofremos nossa pior derrota da historia nos confrontos: 6×1 em Buenos Aires pela Copa Roca; em 1945, o Brasil venceu por 6×2 no Rio de Janeiro também valido pela Copa Roca; no ano de 1960, outra goleada brasileira agora 5×1 pela Taça Atlântico (Torneio disputado por Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai), o jogo foi novamente na cidade do Rio de Janeiro. Lembrando que em 1939, também pela Copa Roca, a vitoria foi Argentina por 1×5 aqui no Brasil.

As duas seleções já se enfrentaram 105 vezes, os argentinos possuem 39 vitorias contra 40 dos brasileiros e, 26 empates. Já tivemos cinco finais de Copa America: em 1937 jogaram no estádio Gasômetro que pertence ao San Lorenzo, o placar foi 2×0 para a Argentina; em 1946 novamente o título ficou para a Argentina, 2×0 no Monumental de Nunez (estádio do River Plate); em 1959, outra vez no estádio do River Plate, a partida acabou 1×1, o titulo pela terceira vez ficou na Argentina; em 2004 o encontro foi no Peru, o jogo estava terminando quando Adriano empatou aos 45 minutos, 2×2, na decisão por pênaltis, o Brasil venceu por 4×2; em 2007 jogando em Maracaíbo na Venezuela, a seleção brasileira, ganhou por 3×0.

Ainda falando de Copa America, em 1991 jogando no Chile, a Argentina chegou abrir 3×1 na primeira etapa, o Brasil diminui com João Paulo no segundo tempo, mas, eles terminaram vencedores, sendo campeões, foi um quadrangular, no ultimo jogo, eles venceram a Colômbia por 2×1, mas, o vice ficou para o Brasil; em 1993 os países se cruzaram nas quartas de finais, onde a partida acabou 1×1, nos pênaltis Marco Antonio Boiadeiro perdeu, e a Argentina venceu por 6×5 jogo disputado no Equador; em 1995 novamente o encontro foi nas quartas de finais, agora no Uruguai, a partida acabou 2×2 (Túlio empatou com um gol de mão para o Brasil), nos pênaltis deu a seleção brasileira 4×2; no ano de 1999 no Paraguai, o Brasil venceu por 2×1 com Dida defendendo um pênalti, jogo mais uma vez valido pelas quartas de finais.

Em Copas do Mundo, foram quatro vezes que as seleções se encontraram, em 1974, a partida acabou 2×1 para o Brasil, o jogo foi valido pela segunda fase, onde definia quem seria o finalista e, quem disputaria o terceiro lugar, o grupo ainda tinha Holanda e Alemanha Oriental; na copa de 1978 jogando em Rosário/ARG o jogo acabou 0x0, também pela segunda fase, ainda nesse grupo, tinham as presenças de Polônia e Peru. A Argentina (goleou a seleção peruana por 6×0) foi para a final, o Brasil disputou o terceiro lugar; na copa de 1982, a segunda fase era grupos de três, o Brasil deu um show, vencendo por 3×1, mas, não seguiu adiante, pois perdeu da Itália por 3×2; o ultimo encontro foi na Copa de 1990, a Argentina que havia sido repescada, venceu o Brasil por 1×0 nas oitavas, gol de Caniggia, anos mais tarde, os argentinos confessaram ter dado água com tranquilizantes para os brasileiros.

Fazer três gols no clássico é uma tarefa bem difícil, da qual se tem noticia, os últimos foram Pelé, em 1963 na Copa Roca no Rio de Janeiro, quando o placar acabou 5×2; Rivaldo num amistoso em 1999 em Porto Alegre, quando o jogo terminou 4×2; Ronaldo no 3×1 em Belo Horizonte, valido pelas eliminatórias para a Copa de 2006 (o jogo foi em 2004) detalhe: todos os gols do Brasil foram de pênaltis; num amistoso em 2012 em Nova Jersey/USA, a Argentina venceu por 4×3, Messi marcou três vezes.

Outros jogos a ser lembrado: Copa das Confederações de 2005, o Brasil aniquila a Argentina em Frankfurt/GER, por 4×1 e, fica com o título; em 2008 pelas Olimpíadas, a seleção argentina vence por 3×0 com dois gols de Aguero e um de Riquelme, jogando em Pequim.

No futebol feminino, as argentinas não fazem jus à seleção masculina, em 1995 numa partida em Uberlândia, o Brasil venceu por 8×0; no Sul Americano de 1998 em Mar Del Plata, as brasileiras venceram 1×7; no Equador em 2014 também pelo Sul Americano, a seleção argentina foi goleada pelo Brasil por 6×0.

Existe clássico maior que esse?