Opinião: 5 erros capitais do Santos no ano de 2017

Modesto Roma
Foto: Ivan Storti / Santos FC

Com a derrota da última quarta-feira, na Vila Belmiro, para o Vasco, o Santos praticamente eliminou suas chances de vencer o Brasileirão da Série A, competição que o clube não conquista desde 2004. Diante disso, o Peixe vai terminar a temporada de forma melancólica: sem nenhum título e com vexames protagonizados no Paulistão e Libertadores.

A diretoria santista errou demais em seu planejamento nesta temporada, confira 5 erros do Alvinegro Praiano em 2017:

1- Contratações não deram certo: o Santos trouxe jogadores como Leandro Donizete, Kayke, Matheus Ribeiro, Vladimir Hernández, Cleber e que tiveram desempenho abaixo do esperado e mostraram serem fracos tecnicamente. A análise em 2015 e ano passado, é que faltava banco de reservas ao time, nessa temporada esse buraco se manteve. O único bom reforço foi Bruno Henrique, artilheiro da equipe em 2017.

2- Contratação de Levir Culpi: o Peixe precisava demitir Dorival, que não conseguir extrair mais nada do elenco. Porém, contratou um técnico de ideias ultrapassadas e que não tinha mais vontade de trabalhar, será que a diretoria não olhou seu péssimo desempenho no Fluminense em 2016? ele é simpático, dá ótimas entrevistas, mas é um ex-treinador em atividade.

3- Demorou para demitir Levir Culpi: contratado o “burro com sorte”, deveria ter sido mandado embora após a eliminação da Copa Libertadores da América, diante do Barcelona-EQU. O time paulista jogou para empatar, com medo dos equatorianos e o técnico apostou em Donizete no meio-campo. Era cabível de demissão no vestiário, mas a diretoria nada fez.

4- Venda de Thiago Maia: o Santos não podia por hipótese alguma ter vendido Thiago Maia. Ele era o único segundo homem de meio-campo que fazia o trabalho de marcação e ainda aparecia no ataque. Renato, Alison, Yuri, Donizete não possuem as mesmas características do Menino da Vila.

5- Falta de cobrança: esse elenco do Santos tem um DNA perdedor, não sente a derrota e fica bravo quando a torcida vaia. Os dirigentes do Peixe deviam ter cobrado um desempenho e comprometimento maior por parte de certos jogadores. Em qualquer time sério, Lucas Lima já estaria afastado do clube.

LEIA MAIS; MODESTO ROMA ELOGIA GABIGOL, MAS VÊ ATACANTE “FORA DA REALIDADE” DO SANTOS

5 LIÇÕES QUE O SANTOS PRECISA TIRAR DA DERROTA PARA O VASCO NA VILA BELMIRO

SANTOS SOFRE APAGÃO E PERDE PARA O VASCO; VEJA AS NOTAS DOS JOGADORES



Apaixonado pelo futebol que é a melhor invenção do homem, atualmente setorista do Santos e Futebol Feminino pelo Torcedores.com