Acesso do Inter à Série A pode passar pelas mãos de um velho conhecido da torcida

Inter
Foto: Ricardo Duarte/Inter

Por ironia do destino, o acesso matemático do Inter à Série A pode passar justamente por quem iniciou a campanha colorada na segunda divisão. Antônio Carlos Zago, contratado ainda no final do ano passado e responsável pelo time até a terceira rodada, quando foi demitido, é o atual técnico do Juventude, que pode auxiliar o colorado se não perder para o Oeste, em Caxias do Sul, na sexta-feira.

Matematicamente, o Inter terá condições de subir no sábado se vencer o Vila Nova, no Beira-Rio, e se um desses resultados tiverem acontecido na sexta-feira: vitória ou empate do Juventude diante do Oeste, em Caxias do Sul, ou derrota do Paraná em casa para o Luverdense.




Zago retornou recentemente ao Juventude depois de conduzir o Fortaleza de volta à Série B do Brasileirão. Em duas rodadas no comando do Ju, o ex-técnico colorado participou da vitória em casa sobre o Ceará, por 1×0, e da derrota como visitante por 1×0 para o CRB.

Ex-zagueiro de sucesso nos tempos de jogador profissional, Zago foi o nome escolhido pelo presidente colorado empossado em janeiro, Marcelo Medeiros, para tocar o projeto do clube no seu ano mais atípico de inédita disputa da Série B. Após a perda da hegemonia estadual com uma derrota nos pênaltis para o Novo Hamburgo e um início titubeante na B, Zago foi demitido e deu lugar a Guto Ferreira.

Pelo Juventude, o técnico tem poucas chances de conseguir levar o time de Caxias à Série A do ano que vem. Com a derrota nesta terça-feira para o CRB, os caxienses pararam nos 49 pontos, no 8° lugar. Neste momento, faltando quatro jogos para o término do campeonato, o time gaúcho está a 7 pontos do G-4.

LEIA MAIS NOTÍCIAS:

Guto Ferreira: “Só toma gol cedo quem está dentro do campo, mas eu estou fora”

Ex-Inter perde o controle e acerta cabeçada no árbitro em jogo pela Série B

Rogério Ceni no Inter? Colorado, pai do ex-goleiro sonha: “Espero estar vivo para ver”

 

 



Jornalista formado pela PUCRS em agosto de 2014. Fã de esportes, sobretudo tênis. Colorado por paixão, jornalista por vocação e tenista por opção.