Barcelona x Real Madrid: relembre melhores jogos do clássico

EuWYN

Atualmente, o clássico Barcelona x Real Madrid é o jogo mais esperado do ano. Quando estas esquipes entram em campo, diversos países param para assistir este espetáculo. O duelo, historicamente já é enorme, imagine com a rivalidade Messi x Cristiano Ronaldo. Estes jogos pegam fogo.

Ao logo da história, as equipes se enfrentaram 236 vezes, e o equilíbrio toma conta deste duelo mundial. O Real venceu 95 jogos, e o Barça triunfou outras 92 vezes, sendo que 49 confrontos terminaram empatados.

O alto número de gols do “el clássico” também chama a atenção, com um total de 780 gols. Sendo 399 feitos pelos madridistas, e outros 381 pelos barcelonistas. Porém, o maior artilheiro deste duelo, é o argentino Lionel Messi, do Barça, que balançou as redes do Real por 21 vezes.

Confira abaixo, os 14 maiores duelos desta longa história

1- O Clássico das Garrafas

Se dentro de campo, os catalães venceram a final da Copa do Rei, 1968, em pleno Santiago Bernabéu. Fora dele, os madridistas reclamaram de um pênalti não marcado pelo árbitro e como forma de repúdio, os torcedores arremessaram garrafas e outros objetos no gramado. A chuva de vidros foi responsável pela proibição de vendas de garrafas em todos os estádios espanhóis.

2 – Golaço de Maradona

O jogo era válido pela extinta Copa da Liga Espanhola de 1983, e o duelo estava empatado em 2×2, no Santiago Bernabéu. Até o argentino, Diego Maradona recebeu em profundidade, arrancou com a bola nos pés, passou pelo goleiro Agustín e com o gol vazio ainda teve tempo de deixar o desesperado Juan José se chocar com a trave de forma constrangedora. Um golaço, que até os madridistas gritaram o seu nome, referenciando o craque pelo lance de gênio.

3 – A marca de Romário 

A equipe do Barcelona ficou conhecida como “time dos sonhos” no começo da década de 1990. Treinada por Cruyff, o time tinha nomes consagrados mundialmente, como Zubizarreta, Michael Laudrup e Romário. O grande destaque do jogo, foi ele, o baixinho Romário. Com três gols e uma assistência, ele foi o “cara” do jogo. Vitória por 5 a 0, dos catalães.

4 – O troco do Real

A vingança do clube merengue não demorou muito tempo. Na temporada seguinte, em 1995, o time de Madrid venceu no Santiago Bernabéu com o mesmo placar, 5 a 0. Na época, o jogador mais comentado era Michael Laudrup, que havia trocado o Barcelona pelo Real Madrid, porém o destaque da partida foi o chileno, Ivan Zamorano, que fez os três gols apenas no primeiro tempo.

pixfull_1427701714BDzCslAhOHepqr0

5 – O retorno de Figo ao Camp Nou

Chamado de “Judas”, o então camisa 10 do clube merengue pôde ver dezenas de faixas ofensivas a ele. Em sua entrada ao Camp Nou, Figo levou uma das maiores vaias já ouvidas na história, o barulho era tanto que o jogador chegou a colocar os dedos nos ouvidos para abafar a barulheira a ele direcionada. As vaias não se limitaram ao pré-jogo, e a cada toque do jogador na bola, ela se repetia e, talvez por reflexo disso, o jogador fez uma péssima partida, na vitória do Barça por 2 a 0.

 6 – Fim do tabu no Camp Nou e vaga na final da Champions

Em 2002, Real Madrid e Barcelona fizeram um duelo histórico na semifinal da Liga dos Campeões. O Real Madrid que não vencia o Barcelona no Camp Nou há 19 anos, surpreendeu o time catalão do brasileiro Rivaldo, e venceu o jogo de ida disputado no campo do adversário por 2 a 0. Porém, os gols de Zidane e McManaman garantiram a importante vitória do Real, e com um empate no jogo de volta, foi a final e acabou sendo campeão da Champions. Esse foi o primeiro título da era galáctica.

1486061417_141734_1486061520_noticia_normal

7 – Aplausos para Ronaldinho

A equipe treinada pelo holandês Frank Rijkaard e liderada por um genial Ronaldinho, chegou na capital espanhola em grande forma e como favorita. Mas ninguém esperava que o ocorrido naquele dia fosse ficar para sempre na história do futebol mundial.

Ronaldinho protagonizou uma atuação memorável, marcou dois golaços e foi aplaudido de pé pelo torcedor do Real Madrid presente no estádio merengue. O Barça venceu por 3 a 0 e Samuel Eto’o foi o responsável por abrir o placar a favor do Barça. Para muitos, foi a melhor apresentação individual do brasileiro na carreira e lhe garantiu a Bola de Ouro daquele ano.

8 – O clássico do Espírito Esportivo

Faltando apenas duas rodadas para o fim do Campeonato Espanhol, o Real Madrid já era o campeão da temporada. Ao entrar no gramado do Bernabéu, o time merengue foi recebido com palmas em um corredor formado pelos jogadores do Barcelona. Porém dentro de campo, o Real Madrid não retribuiu a gentileza e goleou o rival por 4 a 1.

9 – Passeio do Barça no Bernabéu

Jogando em casa, o Real Madrid saiu na frente com gol do argentino Gonzalo Higuaín, mas o Barça respondeu com três gols antes mesmo do intervalo. A partida terminou com o placar elástico de 6 a 2 a favor dos catalães. Essa foi uma das maiores goleadas do rival no Santiago Bernabéu e a vitória praticamente assegurou o título de campeão espanhol para o Barça naquela temporada.

10 – Guardiola 5 x 0 Mourinho

A estreia de Mourinho em clássicos pelo Real Madrid não poderia ter sido pior. O jogo que já tinha o duelo particular de Messi x Cristiano Ronaldo, ganhava outra atração, a disputa entre Guardiola x Mourinho.

As equipes entraram em campo no maior clima de rivalidade possível, mas nem o mais otimista torcedor catalão esperava tamanha superioridade do clube para superar o arquirrival. Com show de Messi, Xavi, Iniesta e Puyol o Barcelona teve uma facilidade incrível para vencer o duelo e aplicou uma sonora goleada no time merengue. A partida acabou 5 a 0, os gols foram marcados por David Villa – duas vezes -,Xavi, Pedro e Jefreen.

lionel-messi-barcelona-real-madrid_g49c2vcx2kmp130vbtejj4r2t

11 – Barça dá o troco e tira o Real da semi da Champions

Na temporada 2010-11, os rivais disputaram uma vaga na final da Liga dos Campeões da UEFA. Com dois gols do argentino Messi, o Barcelona derrotou o Real Madrid por 2 a 0 em pleno Santiago Bernabéu, devolvendo a derrota de 2002, pelo mesmo placar. Com o empate no jogo de volta, o Barça chegou a final e foi campeão. Para muitos, essa foi a melhor versão do Barça, treinada por Guardiola.

91je6654kexjbg83j2g95xtwk

12 – Em duelo particular com Messi, Cristiano Ronaldo marca e cala o Camp Nou

Diante de uma semifinal de Copa do Rei, em pleno Camp Nou, todos esperavam pelo brilho e protagonismo de Messi, mas do outro lado um outro herói permanecia calado sem aparecer nos holofotes, Cristiano Ronaldo estava quieto.

Mas foi só começar a partida para o português brilhar, logo aos 11 minutos já abriu o placar. O Real Madrid derrotou o Barcelona por 3 a 1 em pleno Camp Nou, com dois de Cristiano Ronaldo, e com Messi completamente anulado pela marcação de Varane.

Com uma participação genial de Cristiano que ajudou a equipe merengue passar para a final, o português ainda calou o Camp Nou durante sua comemoração do segundo gol fazendo gesto de silêncio para a torcida.

13 – Mais uma do Barça

Desta vez o time catalão nem precisou de seu camisa 10 para destruir os merengues. Com Neymar, Suárez e Iniesta inspiradíssimos, os catalães golearam por 4 a 0, numa exibição de gala, na qual foram senhores do jogo por todo o tempo.

O brasileiro marcou o seu, deu passe para o espanhol fazer um golaço, e o uruguaio deixou dois. Aos merengues, de um Cristiano Ronaldo abatido e sem reação, restou apenas correr atrás da bola.

2017-04-24-PHOTO-00000136-642x355

14 – 500 vezes Messi

O Barcelona conquistou uma importante vitória na casa de seu rival por 3×2, e o principal destaque da partida ficou por conta do argentino Messi. Com dois gols, um deles no último minuto da partida, ele garantiu a vitória e manteve o time catalão na briga pelo Espanhol, que ao final, foi vencido pelo Real.

Porém, a partida ficou marcada pela incrível marca de Messi, que chegou a 500 gols em jogos oficiais pelo Barcelona. Após o último gol, o argentino tirou a camisa e a exibiu em triunfo ao Bernabéu atônito.



Sou Jornalista e Radialista, apaixonado por futebol de campo, futebol de salão, futebol de botão, futebol com bola de meia, enfim... Já viu que o amor pelo esporte está no sangue. Torcedor do Corinthians e colecionador de camisetas de futebol.