Com rebaixamento quase decretado, Náutico encara o Londrina

FOTO: nautico-pe

O Náutico pode retornar para a Série C do Campeonato Brasileiro depois de 18 anos neste sábado. Com 99,6% de risco de queda, o Timbu só evita o rebaixamento matemático em caso de vitória diante do Londrina na Arena Pernambuco, às 17h30, horário de Brasília.

A situação alvirrubra é bastante delicada. Qualquer outro resultado que não seja a vitória deverá cravar matematicamente a queda alvirrubra para a Terceira Divisão, com três rodadas de antecedência.

Sem nenhuma baixa por suspensão ou contusão, Roberto Fernandes poderia repetir a equipe mais uma vez, mas decidiu usar o duelo para observar melhor alguns jogadores. Atletas como o zagueiro Rafael Miranda e os volantes Cal Rodrigues e Jobson poderão ganhar uma chance de começar a partida.

Roberto Fernandes garantiu que motivação não vai faltar aos jogadores que entrarem em campo. O aspecto psicológico, por sinal, foi um dos fatores determinantes para a escalação da equipe.

“Há algumas semanas falei que ninguém me enterrava vivo. E o Náutico não morreu. O Londrina vai ter que jogar e nos vencer e se acontecerem alguns resultados ai sim matematicamente estaremos rebaixados. Mas a obrigação do Náutico é jogar para vencer. E isso também nos próximos três jogos. O Náutico é um clube de 116 anos de glórias, com uma história bonita, apesar de um passado recente sofrido. Mas é um dos grandes do futebol nacional. E é isso que vem sendo passado aos atletas”, encerrou Roberto Fernandes.

Do lado paranaense, a boa notícia é que o volante e capitão Germano está novamente à disposição. O experiente jogador treinou normalmente e viajou para Recife com a delegação. Por outro lado, o lateral Igor Miranda, os volantes Ícaro e Jumar, o meia Patrick Vieira e o atacante William Henrique seguem vetados pelo departamento médico.

FICHA DO JOGO

NÁUTICO:Jefferson; David, Breno Calixto, Rafael Ribeiro e Ávila; Amaral, Jobson e Cal Rodrigues; Rafinha, William e Dico
Técnico: Roberto Fernandes

LONDRINA:César; Reginaldo (Lucas Ramon), Dirceu, Edson Silva e Ayrton; Germano, Bidía (Rômulo) e Jardel; Negueba, Artur e Carlos Henrique
Técnico: Cláudio Tencati

Local: Arena de Pernambuco
Horário: 17h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Jean Pierre Goncalves Lima (RS)
Assistentes: Lúcio Beiersdorf Flor e Leirson Peng Martins (ambos do RS)

LEIA MAIS: BOTAFOGO VENCE NA ILHA DO RETIRO E EMPURRA SPORT PARA O Z-4