Vozes da marca

Conheça um pouco mais sobre a carreira de Felipe Massa na Fórmula 1

Publicado às

São Paulino apaixonado, Twitteiro de plantão e corneteiro nas horas vagas. Pai do João Gabriel e do Miguel Calleri

Crédito: Reprodução: Facebook oficial Felipe Massa

Felipe Massa anunciou no último sábado (04) sua decisão de aposentar-se. Conheça um pouco mais sobre a história do piloto brasileiro dentro da Fórmula 1:

  • 267 GRANDES PRÊMIOS
  • 41 PÓDIOS
  • 16 POLE POSITIONS
  • 11 VITÓRIAS
  • 15 VOLTAS MAIS RÁPIDAS
  • 15 TEMPORADAS
  • 3 EQUIPES
  • 1160 PONTOS

Sua estréia aconteceu no GP da Austrália (2002) pela equipe Sauber-Petronas.

Seu primeiro ponto veio logo no segundo GP da Malásia, onde conquistou a sexta colocação. Entre altos e baixos na temporada 2002, Felipe Massas acabou ficando em 13° no campeonato. Sendo liderado por Peter Sauber ao final do ano. Na temporada 2003, o piloto acabou sendo convidado para fazer parte da Scuderia Ferrari, como piloto de testes. Este ano de 2003, foi considerado por Felipe, um dos anos mais importantes de sua carreira. Ele tinha ao seu lado a dupla titular formada por Michael Schumacher (Campeão) e o compatriota Rubens Barrichello. Como piloto de testes, era responsável por ajudar desenvolver o carro durante a temporada. Felipe retornou em 2004 novamente pela equipe Sauber ficando até 2005.

Em 2006, Felipe Massa aceitou o convite para ser piloto da Ferrari ao lado de Michael Schumacher.

Neste ano, foram 7 pódios, 3 poles, uma delas no tradicional GP do Japão em Suzuka. Também foi o fim de um tabu de 12 anos sem uma vitória brasileira em Interlagos. Neste ano terminou o mundial em terceiro colocado. Após aposentadoria de Michael Schumacher em 2007, Felipe e Kimi Raikkonen formaram a dupla titular de pilotos da Ferrari. Massa ajudou a equipe Ferrari a conquistar seu 15° título no mundial de construtores. Conquistou 10 pódios, 3 vitórias e 94 pontos.

Em 2008, Felipe, protagonizou a decisão de campeonato mais eletrizante da história da F1. Ganhou o GP do Brasil pela segunda vez e chegou a celebrar o título por alguns segundos na última etapa. Lewis Hamilton acabou cruzando a linha de chegada em 5º lugar, o suficiente para tirar o título do brasileiro. Massa ficou com o vice, com diferença de apenas um ponto na classificação geral. O piloto brasileiro ajudou a Ferrari a conquistar seu 16° título mundial de construtores, recorde absoluto da F1.

Durante o treino classificatório para o GP da Hungria, em 2009. Felipe foi atingido na cabeça por uma mola que se soltou do carro de Rubens Barrichello. Massa fez o seu retorno às pistas em 2010, e logo na corrida de abertura no Bahrein ficou em 2° lugar. Foram no total 5 pódios e 144 pontos somados, garantindo o 6° lugar no campeonato daquele ano. Em 2011 o piloto brasileiro também terminou o campeonato em 6° colocado. Temporada 2012 e 2013, Felipe Massa começou muito mal a temporada 2012, tendo resultados piores do que no ano anterior. O piloto se recuperou na competição depois das férias de agosto, somando mais 26 pontos em 3 corridas. Devido ao jogo de equipe, Massa não poderia atacar seu companheiro de equipe Fernando Alonso. E em 2013, anunciou sua saída da equipe.

“A Williams é uma das mais bem-sucedidas e importantes equipes da história da Fórmula 1. Quando eu era criança, sonhava em correr pela Williams, Ferrari ou McLaren”, declara Felipe Massa após ser oficialmente anunciado.

Mesmo a temporada 2014 não atingindo as expectativas. Felipe conquistou 3 pódios, no GP da Abu Dhabi, no GP de Monza da Itália e no GP Brasil. Foi o único piloto não-Mercedes a conseguir uma pole position em 2014 (Áustria). E ao lado do parceiro Valtteri Bottas, levou o time ao terceiro lugar no Mundial de Construtores. Se transformando em personagem-chave para o renascimento e reestruturação da equipe inglesa. Comandada por sir Frank Williams e sua filha Claire Williams. Em 2015, Massa terminou o campeonato em 6° colocado. Na temporada 2016, Felipe fez uma ótima primeira parte de campeonato. Foi o único piloto a pontuar nas 6 primeiras provas. Bateu o recorde histórico de pit stop, com o tempo de 1s89, marcado pela telemetria da Williams.

No segundo semestre em uma emocionante coletiva de imprensa em Monza, Felipe Massa anunciou sua aposentadoria. Mas voltou atrás nesse ano de 2017 após pedido de sua ex-chefe.

Felipe Massa, entrará para um seleto grupo de pilotos que fizeram história na Formula 1.

Fonte com informações: felipemassa.com.br

Veja o vídeo da despedida:

Valeu galera pelo carinho ! Continuem na torcida. Grande beijo ?

Uma publicação compartilhada por Felipe Massa (@massafelipe19) em

LEIA MAIS:
FELIPE MASSA ANUNCIA APOSENTADORIA APÓS A TEMPORADA 2017 DA F1
MASSA ADMITE QUE GOSTARIA DE PERMANECER NA F1, E VÊ WILLIAMS MAIS FORTE EM 2018
ULTRAPASSAGEM HISTÓRICA DE FELIPE MASSA COMPLETA DEZ ANOS; RELEMBRE

O AUTOLINE é um classificado de compra e venda de automóveis, com mais de 150 mil ofertas de veículos seminovos, novos e usados, totalmente gratuito para o anunciante. Acesse e conheça: www.autoline.com.br