Futebol

Douglas, do Grêmio, revela que pensou em abandonar a carreira após lesões

Publicado às

Rafael Alaby é jornalista diplomado pela FIAM (Faculdades Integradas Alcântara Machado), com passagens pela Chefia de Reportagem de Esportes, da TV Bandeirantes, em São Paulo e site KiGOL. Pós-graduado em Jornalismo Esportivo e Negócios do Esporte (FMU)

Crédito: Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

O meia Douglas vive em 2017 o ano mais complicado da sua carreira. Sofreu duas graves lesões no joelho e só tem retorno previsto aos gramados em 2018. Em entrevista ao programa “Saia da Redação”, da GaúchaZH, o camisa 10 revelou que cogitou pendurar as chuteiras devido a série de problemas médicos.

“Várias vezes (passou pela minha cabeça aposentar). Principalmente nesse momento de agora. Você não sabe se vai voltar 100%, principalmente depois da segunda lesão. Quando soube da notícia passou muita coisa na cabeça”, disse o jogador de 35 anos, que explicou por que não levou a ideia à frente.

“Mas ainda sou novo, assisto aos jogos e tem muita gente ruim jogando. Então consigo voltar bem (risos)”, completou ele, que em seguida respondeu sobre as chances de encerrar a carreira com a camisa gremista. Ele tem contrato com o Tricolor até dezembro de 2018.

“Se o Grêmio quiser sim. Espero que sim (encerrar a carreira)”, disse.

Na temporada 2017, o meia disputou apenas dois jogos, ambos pelo Gauchão.

Xingamentos de Mano Menezes

Na conversa, as jornalistas abordaram o amistoso entre Brasil x Argentina, em 2010, quando Douglas perdeu a bola para Messi no lance que acabou originando o gol da vitória da seleção rival. Após o vacilo do comandado, o técnico Mano Menezes soltou o palavrão ‘vai tomar no c…,Douglas”.

“Naquele momento queria me esconder porque o estádio todo ficou em silêncio. Fiquei na dúvida se corria atrás do Messi ou se voltava e xingava o Mano, mas caiu no pé do melhor do mundo”, disse.

O jogador revelou que guarda mágoa de Mano Menezes, não só do episódio pela seleção brasileira.

“Não passo a bola (para ele). Depois tiveram outros episódios, trabalhamos juntos depois no Corinthians e não foi muito bacana. Perdi a admiração que tinha por ele”, lamentou.

Confira abaixo a entrevista na íntegra:

VEJA TAMBÉM:

Veja as chances de título do Grêmio após a vitória contra a Ponte 

Ponte Preta 0 x 1 Grêmio: assista aos melhores momentos da partida

Renato admite má atuação, mas vibra com vitória e lembra: “Não esquecemos o título, não”