Futebol

Incomodado, Elano evita criticar Lucas Lima: “Queria falar o que acho”

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto: Ivan Storti / Santos FC

Já virou rotina. Após a derrota para o Vasco por 2 a 1, ontem, na Vila Belmiro, Lucas Lima foi novamente vaiado pela torcida. Após a partida, o técnico Elano se mostrou irritado com o meia, mas preferiu não externar o que realmente pensa.

“Eu queria poder falar para vocês tudo o que acho. Mas por respeito aos atletas, converso particularmente. Tive uma conversa com o Lucas Lima e deixei totalmente aberto para contar com ele. Não posso direcionar só para ele. Todos tem parcela em vitória ou derrota. Amanhã, na reapresentação, tenho a minha conversa para colocar meu ponto”, disse o comandante santista.

Apesar da recente homenagem ao meia pelos 200 jogos completados com a camisa do Santos, a relação entre Lucas Lima e o time da Vila Belmiro está desgastada já há algum tempo. O principal ponto da crise é a demora do meia em responder a proposta de renovação feita pelo Santos e as especulações de que o jogador possa vestir a camisa do rival Palmeiras em 2018. O jogador não descarta a possibilidade.

“Eu sempre falei: Santos é a minha casa, estou feliz. Quem está na mídia são vocês. Vocês têm que provar, não eu que tenho que provar. Deixo a porta aberta. Se o Santos não me quiser, vou ficar desempregado? Futebol é dinâmico. Vou resolver a minha vida quando acabar o Brasileiro”, declarou na saída do gramado após o empate com a Ponte Preta em 1 a 1, pela 27ª rodada do brasileirão.

Apesar do questionamento do atual camisa 10, o Santos quer, sim, contar com o futebol dele para 2018, tanto que fez uma proposta que foi considerada boa pelo próprio jogador.

“É uma proposta boa. Não vou mentir, já recebi propostas muito maiores do que essa, até de clubes brasileiros. É hora de sentar com a minha família e de analisar o meu futuro. Não sou só eu que estou envolvido nisso. É o futuro da minha família também”, disse em entrevista à TV Globo.

Com a derrota para o Vasco e a vitória do Corinthians sobre o Atlético-PR, o Santos ficou nove pontos atrás do rival, restando apenas 15 em disputa. O Peixe volta a campo na segunda-feira, na Arena Condá, quando enfrenta a Chapecoense.