Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Em coletiva pré-UFC 217, Bisping mantém rotina de provocações

A quinta-feira (2) foi de coletiva para os participantes das principais lutas do UFC 217, marcado para este sábado (4). E mais uma vez, a atenção se voltou para os personagens da luta principal da noite, Michael Bisping e Georges St-Pierre.

Victor Martins
Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.Antes trabalhei para a GG12 (empresa de prestação de serviços de conteúdo para sites)

Crédito: Reprodução/Youtube

Bisping continuou com seu arsenal de provocações contra o canadense. O inglês, que defenderá o cinturão dos médios contra GSP, novamente sugeriu que seu rival teria usado esteroides durante a carreira e reafirmou que irá vencê-lo.

“Ele está acabado? Ele está tomando os shakes dele? Ele foi um dos melhores, simples assim. Vou nocauteá-lo. Com a minha base de canhoto, seria uma surpresa. Ele vai tentar um leg lock, vai querer tentar essa m***? Não dou a mínima, faço o que eu quiser. Traga o seu melhor que eu vou te nocautear”, disparou o inglês.

“Ele está ficando mais lento, ganhou peso, trabalhando com nutricionista e tomando aqueles suplementos. Nunca tomei nada, por isso nunca me pegaram no antidoping. Faço isso com meu coração, minha mente, sangue, suor e lágrimas. Você pode fazer fazer todas essa flexões, saltos mortais e tomar todos esses shakes. Você nunca irá me vencer”, disse ‘The Count’.

Durante boa parte da coletiva, o campeão peso-médio do UFC foi alvo dos fãs de St-Pierre, respondendo também os torcedores do canadense, que estavam vestidos como seu ídolo. O canadense, que riu de várias das tiradas do campeão, preferiu uma abordagem mais ‘cômica’ da rivalidade.

“Estou empolgado, não sei o que falar. É isso o que quero. Nunca me considerei um ‘bully’. Mas sei que vou vencer Bisping sábado. Em toda entrevista, ele implora para que eu derrube. Não me importo”, declarou GSP.

“Michael estava implorando para me enfrentar. Agora ele vai perder para um ‘professor de história'”, completou o canadense. Na encarada, enquanto GSP fazia ‘pose de lutador’, o inglês seguiu provocando o sorridente rival.

LEIA MAIS

DANA WHITE DESABAFA SOBRE JON JONES: “ELE É IRRECUPERÁVEL”

BRASILEIRO DIZ NÃO QUERER SER MAIS SÓ ‘PROMESSA’ DO UFC

(Crédito da foto: Reprodução/Youtube)