Ex-presidente da Mancha rebate nota do Palmeiras e nega privilégios para organizada

Foto: Reprodução/Facebook

Pouco depois do Palmeiras emitir uma nota oficial assinada pelo presidente Maurício Galiotte repudiando o protesto de torcedores organizados antes da partida contra o Flamengo, neste domingo (12), pelo Brasileirão, onde o ônibus da equipe foi atingido e danificado, Paulo Serdan, conselheiro e ex-presidente da Mancha Verde, rebateu o mandatário e negou que a organizada recebe privilégios da diretoria.

“O protesto foi feito sem intenção de violência, bateram no vidro e estourou, infelizmente. Não foi uma coisa premeditada, porque se fosse premeditada, os caras teriam apedrejado o ônibus, e não foi isso que aconteceu”, explica Serdan em um post no Facebook.

Serdan ainda negou qualquer tipo de privilégios para a Mancha e revelou que a diretoria não consegue fazer os pacotes de ingressos nem a preço de estudante. “A gente não precisa de p**** nenhuma de vocês não. O que é que a gente já foi pedir para vocês? Quando tem jogo importante a gente compra ingresso no Gol Norte, 30, 40 ingressos e paga o preço cheio. Nem preço de estudante vocês fazem…”

O conselheiro também revelou uma conversa que teve com o próprio Galiotte durante a semana, após a derrota da equipe para o Vitória, em Salvador. “Quer dizer que agora o nosso presidente assinou uma nota oficial… na quarta-feira, quando a gente perdeu para o Vitória, lá na Bahia, eu mandei um texto para você. Não mandei? Era quase 1h da manhã, falando do Egídio, do treinador que colocou um moleque de 17 anos para jogar…e você respondeu para mim ‘vamos falar no clube amanhã’. Não foi isso? E eu não fui no clube para a gente conversar? Você assumiu para mim a sua incompetência, os seus erros… ou não foi isso?”

“Você também não falou que o Cuca ligou para dois jogadores não jogarem contra o Corinthians? Você não falou que tem a gravação disso aí? Por que você não solta isso para imprensa também? Você quer denegrir a imagem da torcida? Na nossa conversa fui eu que sugerir para você deixar entrar uns quatro ou cinco da Mancha para conversar com os jogadores. Você respondeu para mim que era para esperar o resultado de domingo (contra o Flamengo). Por que agora você está insinuando coisas nessa nota?”, questiona Serdan.

Além das críticas ao presidente do Verdão, Serdan também criticou o apresentador Neto, do programa “Os Donos da Bola”, da Band.

Confira o vídeo na íntegra:

Comunicado do Palmeiras…

Na nota oficial emitida pelo Palmeiras, Maurício Galiotte reforçou que enquanto for presidente, “não haverá qualquer tipo de diálogo autorizado pela Diretoria entre integrantes de torcidas organizadas e jogadores do clube.”

“Reitero que seguirei mantendo a política de não conceder qualquer privilégio às torcidas organizadas. O clube valoriza muito seu torcedor e respeita todos os protestos, desde que sejam feitos em local e maneira adequados. Atos de violência são inaceitáveis e por isso serão reprimidos”, diz o comunicado.