Futebol

Time da Espanha marca com rival caído, mas “retribui” o gol; assista

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto: Reprodução/Rayo Vallecano

Um belo gesto de fair play pôde ser observado na Espanha neste fim de semana. Em partida da quarta divisão nacional, o Rayo Vallecano B abriu o placar diante do Los Yebenes aos 11 minutos. O zagueiro Kike Hermoso completou para as redes após escanteio.

No entanto, no decorrer da jogada que resultou no gol, Maya, jogador da equipe adversária, ficou caído dentro da área após choque. O Rayo prosseguiu normalmente e ainda marcou. Só que seu técnico, Luis Cembranos, ordenou que o time deixasse o Los Yebenes marcar.

Então, sem qualquer oposição por parte do time comandado pelo treinador, o Los Yebenes deu a saída de bola e Carlos Gallardo caminhou, sem maiores problemas, até o outro gol, deixando o placar novamente empatado. A torcida nas arquibancadas aplaudiu o gesto protagonizado pelo clube.

De certa forma, o Rayo Vallecano B acabou sendo “retribuído” graças ao gesto de fair play. O gol cedido ao Los Yebenes não fez falta, já que a equipe triunfou pelo placar de 4×1. Bolaños, Sergio Benito e Arango foram os responsáveis por balançar as redes adversárias e dar números finais ao jogo.

O resultado deixou os comandados de Luis Cembranos na liderança da terceira divisão da Espanha com 31 pontos conquistados até o momento em 13 partidas disputadas. Já a equipe do Los Yebenes está mais abaixo na tabela de classificação, é apenas a décima quinta, com 12 pontos.

Los Yebenes parabeniza Rayo

Beneficiado no lance com o gol ‘cedido’, o time do Los Yebenes usou o Twitter para parabenizar o adversário por conta do lance de fair play protagonizado. “Hoje, o Rayo Vallecano demonstrou ser um senhor clube. Felicidades pela vitória e pelos valores que inclui”, escreveu.

LEIA MAIS:
ÀS VÉSPERAS DE INGLATERRA X BRASIL, JORNAL INGLÊS LISTA OS 20 MELHORES BRASILEIROS NA HISTÓRIA DA PREMIER LEAGUE
SALÁRIO DE MESSI: VEJA QUANTO O CRAQUE GANHA NO BARCELONA
RASHFORD REVELA INSPIRAÇÃO EM EX-ATACANTE BRASILEIRO: “CRESCI VENDO SEUS JOGOS”