Extra-campo

Hope Solo acusa Joseph Blatter por assédio sexual em cerimônia da FIFA

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução: (Photo by Christof Koepsel/Getty Images)

Em entrevista ao jornal “Expresso”, de Portugal, a goleira do Seattle Reign, Hope Solo, acusou o ex-presidente da FIFA Joseph Blatter, 81, de ter praticado assédio sexual.

Blatter teria apalpado a atleta de 36 anos na festa de premiação dos melhores jogadores do ano, em Zurique, na Suíça, em 2013. O suposto assédio, segundo Solo, aconteceu durante anúncio da melhor jogadora da temporada (prêmio concedido à Abby Wambach), pouco antes da goleira da seleção norte-americana subir ao palco para entregar o prêmio à sua compatriota.

Questionada sobre o motivo de ter se pronunciado quatro anos depois do suposto caso de assédio, Solo afirmou:

‘’Falo sempre diretamente com as pessoas envolvidas quando estas coisas acontecem. No caso de Blatter, estava nervosa antes da apresentação. Estava apresentando o Bola de Ouro. Depois disso não voltei a vê-lo. Não tive oportunidade de confrontá-lo e dizer-lhe: Não volte a me tocar!”.

Durante a entrevista, Solo também falou sobre mulheres assediadas no mundo esportivo que optam pelo silêncio à denúncia pública.“Estou muito desapontada com as mulheres que não falam sobre isto (casos de assédio) no mundo esportivo. Claro, que todas as pessoas (mulheres), têm o direito às suas decisões pessoais, e, sim, é desconfortável (falar sobre), mas gostaria de que mais mulheres, sobretudo no futebol, falassem das suas experiências, porque algumas dessas pessoas ainda trabalham no futebol e algumas das jogadoras ainda têm esses comportamentos. É importante que percebamos que isto não acontece apenas com os poderosos homens brancos. Pode acontecer com qualquer pessoa, pode acontecer entre mulheres, pode acontecer em qualquer lugar. Estamos focados nos poderosos homens brancos, porque é provavelmente mais normal com eles, mas pode acontecer em qualquer lado”.

Sobre a expectativa de um futuro mais civilizado em termos de convivência entre homens e mulheres no mundo do esporte e o impacto da denúncia, Hope Solo ponderou:

”Acho que vai demorar algum tempo, mas também acho que as pessoas vão pensar duas vezes antes de fazerem certos comentários (sexistas) e, obviamente, antes de simplesmente me apalparem”.

Blatter, através de sua assessoria de imprensa classificou a denúncia como ”ridícula”.

LEIA MAIS:
‘VILÃ’ DA OLIMPÍADA, HOPE SOLO AINDA É ‘ASSOMBRADA’ POR TORCIDA BRASILEIRA NO INSTAGRAM
MICHEL PLATINI E JOSEPH BLATTER SÃO BANIDOS POR OITO ANOS DO FUTEBOL
PROCURADORIA GERAL DA SUÍÇA INVESTIGA JOSEPH BLATTER, PRESIDENTE DA FIFA