Futebol

Veja quatro jornalistas que você jamais pensou que já cobriram esporte

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Esporte

Crédito: Divulgação / TV Globo

O dia 9 de novembro é muito importante para a mídia brasileira e para todos os amantes do rádio, uma vez que celebramos nesta data o dia do radialista. Por isso, o Torcedores.com preparou uma lista com quatro grandes jornalistas que talvez você não saiba que já passaram algum momento de suas carreiras como radialistas esportivos.

Fausto Silva:

O primeiro da lista é o apresentador Fausto Silva. Faustão já foi radialista esportivo e repórter de campo. Na década de 70, foi contratado para trabalhar como radialista esportivo na Rádio Panamericana, atual Jovem Pan. O então repórter trabalhou muito tempo na rádio e foi companheiro de jornalistas conhecidos, como Wanderley Nogueira, Cândido Garcia e Flavio Adauto (atual diretor de futebol do Corinthians).

José Luiz Datena:

A segunda personalidade é José Luiz Datena. O apresentador do “Brasil Urgente”, da TV Bandeirantes, já foi repórter esportivo e até narrador. O primeiro trabalho de Datena foi em uma rádio de Ribeirão Preto, em um programa chamado Plantão Esportivo, onde também narrou jogos. Mais tarde, passou a atuar na televisão, mas ainda em sua cidade de origem. Após um convite de Luciano do Valle, o apresentador deixou o interior de São Paulo e fez parte do time de jornalistas da TV Bandeirantes.

Em 1996, Datena deixou a Bandeirantes e passou a integrar a equipe da Rede Record. Relembre uma das passagens de Datena como jornalista esportivo na época de Band, em um pré-jogo de Corinthians x São Paulo: https://www.youtube.com/watch?v=bR3R5FrygZo

Marcelo Rezende:

Marcelo Rezende é outro que já fez muito pelo jornalismo esportivo. O apresentador de um programa policial na Record TV, que faleceu em 2017,. fez parte da equipe do “Jornal dos Sports” e da Rádio Globo, onde fazia a cobertura de eventos esportivos.

Depois, passou por jornais, até ser contratado pela revista Placar, onde fez uma série de reportagens que denunciavam o lado podre do mundo esportivo no Brasil. O trabalho de Rezende foi batizado de “Podres Poderes”, onde denunciou figuras importantes do futebol brasileiro, como Eurico Miranda e Ricardo Teixeira.

Rezende também trabalhou na Rede Globo, onde cobriu diversos eventos. Veja aqui uma de suas reportagens:

https://www.youtube.com/watch?v=yqqogyL3H2E

Boris Casoy:

Por fim, o experiente apresentador Boris Casoy também já deixou a sua marca no rádio esportivo. Aos 15 anos, Casoy começou a trabalhar como locutor e informava resultados esportivos em uma rádio chamada “Piratininga”. Depois, foi contratado por uma rádio, que tinha como público alvo a colônia japonesa. Nessa emissora, foi narrador de jogos de beisebol.

LEIA MAIS:
FAUSTÃO RELEMBRA GAFES DE JOGADORES EM SEUS TEMPOS COMO REPÓRTER DE CAMPO
LUIZ CEARÁ RELEMBRA DIA QUE ESTRAGOU SURPRESA DE RONALDO COM FAUSTÃO NA GLOBO; ASSISTA
MARCELO REZENDE MARCOU ÉPOCA COMO JORNALISTA ESPORTIVO; RELEMBRE