Futebol

Lisca critica arbitragem e quer Guarani calmo para ‘jogo da permanência’

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Divulgação/Site Oficial do Guarani

O Guarani saiu do Paraná derrotado pelo Londrina pelo placar de 1 a 0 no Campeonato Brasileiro da Série B. O resultado coloca o time praticamente precisando de um empate nesta sexta-feira (17) contra o Luverdense para evitar a queda para a Série C.

O técnico Lisca admitiu responsabilidade pela derrota diante do Tubarão, mas também dirigiu criticas à arbitragem da partida. Em especial no lance do gol do LEC, marcado por Arthur, no qual o treinador reclamou de impedimento e de uma falta não marcada em cima do goleiro Leandro Santos.

“Achei que foi falta. A clavícula do Leandro está machucada. Nos dois lances, dois erros clamorosos. Não tem explicação, é lamentável o que aconteceu. Assumo a responsabilidade porque mudamos, ela é toda do treinador. Trabalhamos uma estratégia que não funcionou e ainda fomos prejudicados pela arbitragem”, argumentou Lisca na coletiva pós-jogo.

Agora, o Guarani tem o confronto conta o Luverdense, jogo que vale a permanência do Bugre na Série B. O treinador quer ver o time com a mente preparada para deixar a derrota para trás e conseguir evitar a queda.

“É o jogo do ano. Que vai nos dar a possibilidade de permanência. Temos que lutar com tudo e jogar essa derrota no ralo. O emocional está forte, os jogadores tinham muita expectativa de vencer, mas sabíamos da dificuldade. A gente até controlou, nos deixamos nos controlar muito e praticamente não houve nenhuma chance. É ter calma e concentrar para esta partida”, declarou.

LEIA MAIS

TÉCNICO DO OESTE AINDA ACREDITA EM ACESSO: “POSSÍVEL, MAS DEPENDEMOS DE OUTROS TIMES

(Crédito da foto: Divulgação/Site Oficial do Guarani)