Futebol

Em rede social, Maradona manifesta desejo de voltar a treinar seleção argentina

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Foto: Reprodução / Twitter

Na tarde de terça-feira o ex-jogador Diego Armando Maradona manifestou em uma de suas redes sociais o descontentamento pela derrota da seleção argentina para a Nigéria, por 4 a 2. O primeiro resultado negativo de Jorge Sampaolli com a seleção argentina levou Maradona a aproveitar da situação e mostrar os seus números enquanto treinava a albiceleste, dizendo “Quero voltar”.

Após uma classificação sofrida para a Copa do Mundo, a Argentina passa longe de qualquer tranquilidade, mesmo sabendo que tudo poderia estar pior. A derrota contra a Nigéria mostra que existe muito a ser aperfeiçoado antes de começar o mundial da Rússia. Confira o relato de Maradona na rede social

O ex-jogador que também atuou como técnico da seleção argentina mostrou o seu retrospecto positivo pela seleção argentina, onde ao menos na imagem mostra o que possui o maior número de aproveitamento no comando da equipe.

Atualemente Jorge Sampaoli possui 9 jogos pela seleção argentina, sendo cinco vitórias, três empates e a derrota de ontem, acumulando assim um aproveitamento de 65%.

Repercussão na mídia

No programa “Redação SporTV”, Ariel Palacios, correspondente do Globo News na Argentina, comentou sobre a declaração de Diego, frisando não ser nenhuma surpresa pelo histórico de reclamações do ex-atleta.

– É um clássico: Diego Armando Maradona ambiciona voltar a ser técnico da seleção argentina desde que foi despedido da Copa da África do Sul, em 2010. Em todas as ocasiões em que houve troca de técnico de lá pra cá, El Pibe se oferece para voltar ao comando. Ontem (terça), minutos após a derrota ela reapareceu enviando mensagens pelas redes sociais indicando que se considera o melhor técnico que a Argentina teve nos últimos 39 anos. Mas o fato é que para o torcedor argentino a imagem de Maradona é um tríptico: por um lado o jogador, por outro a pessoa e por outro o técnico. Nos dois últimos quesitos, a imagem é péssima. Pesquisas indicaram nos últimos anos que mais de 85% dos entrevistados não querem Maradona como técnico, mas ele está sempre se oferecendo – disse Ariel.

Nos comentários da publicação, se destaca a divisão de ideias do povo argentino perante a declaração de seu ídolo. Muitos mostram apoio a ideia do Camisa 10 bicampeão mundial, enquanto outros desaprovam e chegam a dizer que Maradona perdeu a sua credibilidade.

 

LEIA MAIS:

Maradona é parabenizado por federação de handebol no Twitter