Futebol

Michel Bastos revela que quase se aposentou antes de assinar com o Palmeiras

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Palmeiras

Crédito: Crédito: Cesar Greco/Ag Palmeiras/Divulgação

Um dos nomes colocados em uma “lista de dispensa” pedidas por uma torcida organizada do Palmeiras antes da vitória contra o Flamengo, no último domingo, o meia Michel Bastos revelou que quase abandonou o futebol depois de atritos com a torcedores do São Paulo, seu último clube, na temporada passada.

O camisa 15 do Verdão passou por maus bocados em 2016 e foi praticamente expulso por torcedores são-paulinos, que o acusavam de falta de profissionalismo, e chegou bem perto de se aposentar no futebol, ainda com 33 anos na época – completou 34 no último dia 2 de agosto.

Vou ser sincero. Saí do São Paulo ano passado, com grandes possibilidade de eu até parar de jogar, até porque tenho um filho de 10 anos que viveu comigo essa situação. Estou numa idade que tenho preferência, em primeiro lugar minha família. Só que estou no Palmeiras, consegui vir para um dos maiores times do Brasil. Estou feliz. Joguei pouco? Sim. Mas algumas coisas me atrapalharam, como lesões. Eu sou um dos líderes de assistência, jogando pouco. Acho que tem que respeitar decisões do treinador. Acho que toda vez que vesti a camisa do Palmeiras, tentei dar o meu melhor. Mas a grande maioria, quando o time ganha, vem me parabenizar“, afirmou Michel Bastos em entrevista coletiva nesta terça-feira (14).

O jogador assinou com o Palmeiras no início desta temporada um vínculo com duração até dezembro de 2018.

Próximo compromisso

O Palmeiras volta a campo nesta quinta, em duelo contra o Sport, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro, em busca de mais três pontos para se aproximar ainda mais da classificação direta para a fase de grupos da Libertadores do ano que vem, ou seja, terminando o Nacional entre os quatro primeiros colocados.

[O jogo contra o Sport] Tem muita importância. A gente têm o objetivo do G-4, e com isso projetar o ano de 2018 jogando a Libertadores. É uma competição que só os grandes jogam, o Palmeiras merece jogar. Vai ser um jogo difícil. Hoje em dia não existe esse negócio de pegar uma equipe lutando para cair vai ser fácil. Temos que respeitar a equipe do Sport. Se não entrarmos com garra, vontade e não darmos nosso melhor, podemos ser surpreendidos. Se fizermos como na última partida, com certeza vamos sair vitoriosos“, disse Michel Bastos.

LEIA MAIS:

VERDÃO VAI DISPENSAR PELO MENOS OITO JOGADORES NO FINAL DESTA TEMPORADA

TORCEDORES DO FLAMENGO USAM EXEMPLO DO VERDÃO PARA COBRAR REFORÇOS NO CLUBE