Michel Bastos comemora retorno ao time titular e fala sobre protestos: “A torcida sabe do meu valor”

O jogador Michel Bastos, da SE Palmeiras, durante treinamento, na Academia de Futebol.

O Palmeiras venceu o Flamengo por 2 a 0 neste domingo (12), no Allianz Parque, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro e chegou aos 57 pontos na tabela de classificação, pulando para a 3ª colocação na briga por uma vaga direta para a Libertadores 2018. Após a partida, ainda no gramado, Michel Bastos comemorou o resultado e seu retorno aos gramados após um período no departamento médico do clube.

“Fizemos uma boa partida, saímos bastante satisfeitos. A parte ofensiva foi muito bem, em 90 minutos praticamente nenhuma ocasião da equipe deles. Concluímos, fizemos os gols. Fico feliz por, depois de muito tempo, voltar a jogar. Meu último jogo foi em agosto. Fiquei um tempo fora por lesões”, analisou o jogador.

“Eu jogo onde precisarem. Torcedor cobrar eu acho válido, mas até certo ponto. A gente sabe que está devendo em campo, não precisa ninguém falar. O ano não acabou ainda, temos mais quatro jogos e esperamos ganhar o maior número de pontos para classificar direto para a Libertadores”, disse Bastos, que atuou como lateral-esquerda, na vaga de Egídio, que não foi relacionado para a partida após problemas com a torcida.

O meia palmeirense também comentou os protestos da torcida palmeirense após a derrota para o Vitória, no meio de semana, por 3 a 1. “Vamos levar isso para o lado positivo. Se vem cobrança grande desse jeito é porque os torcedores sabem o quanto posso ajudar. Acho que a cobrança hoje é mais pelo fato de eu não estar jogando. Joguei poucas partidas nesse Brasileiro. Toda vez que entro, tento dar meu melhor, muitas vezes jogando fora de posição. A torcida sabe do meu valor.”

O Palmeiras volta a campo na quinta-feira (16), mais uma vez no Allianz Parque, para enfrentar o Sport, que luta contra o rebaixamento.