Futebol Feminino

Monica Hickmann comemora acerto com o Atlético de Madrid e retorno à Europa

Publicado às

Estudante do 9º semestre de jornalismo e amante dos esportes, principalmente o bom e velho futebol. Setorista de Atlético-MG e Futebol Feminino.

Monica Hickmann no Atlético de Madrid

Crédito: Foto: Divulgação/Atlético de Madrid

A zagueira brasileira Mônica Hickmann está de casa nova. Com grande experiência na bagagem, acumulando muitas convocações para a Seleção Brasileira, inclusive para os Jogos do Rio de Janeiro, em 2016, a defensora acertou seu retorno ao futebol europeu, para atuar no Atlético de Madrid.

“Estou ansiosa por essa nova etapa, depois de cinco anos voltar a Europa me traz lembranças maravilhosas. Porque foi aqui que comecei minha carreira internacional”, comentou, em entrevista exclusiva ao Torcedores.com.

Depois de quase sete anos pelo SV Neulengbach, conquistando cinco vezes a Liga Austríaca e outras cinco a Taça Austríaca, Mônica Hickmann atuou no Brasil entre 2014 e 2015, acumulando passagens por Ferroviária e Flamengo e vencendo o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil.

De volta ao futebol europeu, a zagueira explicou como ocorreu a negociação com o Atlético de Madrid e exaltou o papel desempenhado pela empresa que cuida de sua carreira.

“A oportunidade surgiu de uma necessidade do clube pela posição. E então a OBS Players logo me contatou para saber se eu me interessaria pela proposta. Foi quando percebemos que talvez não seria possível fechar porque a equipe já havia começado a temporada e eu ainda tinha jogos pelo Orlando Pride. Mas como a OBS não descansa continuou a tentar uma solução que fosse boa para as duas partes. Até que conseguimos entrar em um acordo. A OBS é a principal responsável por cada conquista em minha carreira. Sempre acreditando que sou capaz de mais e mais. Três ligas diferentes já em apenas dois anos experiências que levarei para a minha vida.”

Apesar de ter já ter atuado no velho continente, a brasileira acredita que a oportunidade de defender o atual campeão da Liga Iberdrola, primeira divisão do Campeonato Espanhol Feminino, será de grande importância em sua carreira.

“Eu acredito que sempre temos a chance de aprender mais. Por isso aceitei esse desafio. Tenho certeza que a liga espanhola engrandecera ainda mais minha carreira e conhecimento de futebol.”

Após boa passagem pelo Orlando Pride, equipe novata no cenário do futebol feminino nos Estados Unidos, a defensora, com contrato até março de 2018 com o Atleti, deixa o futuro para depois e está focada em sua nova equipe.

“Acredito ter completado a temporada com alguns objetos alcançados. Acreditávamos que venceríamos então isso me frustra um pouco. Mas sabemos que mesmo tendo jogadoras com experiência e valor mundial ainda é uma equipe jovem de apenas dois anos de existência. Com tempo tenho certeza que será uma equipe campeã”, avaliou. “Os planos são voltar aos Estados Unidos, mas em primeiro lugar quero fazer uma grande temporada aqui, depois decidirei meu caminho”, revelou Mônica.

No clube espanhol, a zagueira terá a pareceria de duas conterrâneas, Jucinara e Ludmilla, também contratadas recentemente, com as quais teve contato antes da chegada à Espanha.

“Perguntei algumas coisas para elas, mas no sentido de saber se elas estavam gostando e se estavam adaptadas, nada de tão mais importante até porque acompanho alguns jogos já desde o ano passado”, completou.

A estreia de Mônica Hickmann aconteceu no último final de semana. Com a camisa 22, a brasileira foi titular na vitória por 2×0 do Atlético de Madrid sobre Granadilla.

LEIA MAIS:

GRÊMIO GOLEIA POR 11×0 E ESTÁ NA SEMIFINAL DO GAUCHÃO FEMININO; VEJA OS GOLS
THAÍS HELENA LAMENTA EVOLUÇÃO LENTA, MAS ACREDITA EM MELHORIAS NO FUTEBOL FEMININO NO BRASIL
THAÍS HELENA REVELA EXPECTATIVAS E ‘FRIO NA BARRIGA’ EM SEU RETORNO AO FUTEBOL DO EXTERIOR
FIFA MUDA MERCADO DE TRANSFERÊNCIA PARA O FUTEBOL FEMININO
HOPE SOLO ACUSA JOSEPH BLATTER POR ASSÉDIO SEXUAL EM CERIMÔNIA DA FIFA