Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Murray Walker elege Jackie Stewart o melhor britânico da F1, e faz criticas a Senna e Schumacher

O lendário jornalista britânico Murray Walker, que acompanha a F1 desde a sua primeira edição em 1950, elegeu os melhores pilotos que viu na categoria, e além de considerar Jackie Stewart melhor que o tetra campeão Lewis Hamilton, fez criticas a Senna e Schumacher, considerando alguns pilotos a frente dos dois.

Rodrigo Nascimento dos Santos
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução/YouTube

Já virou costume entre os fãs da F1 de tempos em tempos se discutir quem foi o melhor piloto da história da F1. Geralmente, a briga fica em torno de três grandes nomes: Michael Schumacher, Juan Manuel Fangio e Ayrton Senna. Mas, para o lendário Murray Walker, o brasileiro e o alemão estão abaixo de alguns outros nomes que passaram pela categoria.

Em entrevista ao jornal britânico The Sun, Murray Walker elegeu o melhor piloto britânico de todos os tempos da F1, além de escolher os melhores da história da categoria. Na sua escolha “local”, apesar de ter sido superado no último domingo por Lewis Hamilton no número de títulos, Jackie Stewart ainda é o melhor britânico que já disputou a competição:

“O escocês ganhou três campeonatos mundiais, ele liderou sua própria equipe de F1, ele era um homem de negócios simplesmente brilhante e um grande piloto. Se eu tivesse que fazer uma lista com os melhores pilotos britânicos, eu colocaria Stewart no topo, seguido por Lewis e depois Stirling Moss, Jim Clark e Graham Hill.”

Mas, é claro que Walker não deixou de elogiar o atual campeão mundial, o considerando o melhor desta geração: “O que ele fez é absolutamente brilhante, já que apenas duas pessoas na Fórmula 1, que começou em 1950, ganharam mais campeonatos mundiais: Michael Schumacher, com sete, e Fangio, com cinco.”

Já no que diz respeito aos melhores de todos os tempos, Murray Walker foi enfático em colocar Fangio como o top da lista, mas surpreendeu os grandes fãs nas demais escolhas, além de criticar as condutas de Senna e Schumacher, apesar de reconhecer o talento de ambos:

“Mundialmente falando, Lewis seria o quarto, Fangio está no topo, seguido de Stewart, depois de Alain Prost. Ayrton Senna seria o quinto, com Michael Schumacher em sexto, tanto o brasileiro como o alemão tiveram características indesejáveis, nenhum deles era o mais limpo dos pilotos, ambos fariam qualquer coisa para vencer, e muitas vezes cruzaram essa linha entre a determinação e a crueldade”, declarou o lendário jornalista britânico.

Atualmente com 94 anos, Murray Walker é o principal comentarista britânico sobre F1 e é visto como uma espécie de “Galvão Bueno Britânico”. Ele passou boa parte da carreira na BBC, e agora, é comentarista no Channel 4, comentando sobre a categoria na emissora britânica.

LEIA MAIS:
F1: ANITTA CANTARÁ O HINO NACIONAL ANTES DA LARGADA DO GP DO BRASIL
F1 E O MUNDO TECNOLÓGICO: CONHEÇA UM POUCO MAIS SOBRE A PARCERIA ENTRE AVANADE E WILLIAMS