Opinião: 15 jogadores que o Palmeiras deveria dispensar em 2018

Foto: Cesar Greco - Agência Palmeiras

O Palmeiras perdeu para o Vitória em Salvador e praticamente deu adeus a qualquer possibilidade de título do Campeonato Brasileiro. Para piorar, o revés veio com juntamente com mais uma atuação bem abaixo do esperado.

Antes de mais nada, a fraca atuação contra uma das piores equipes da competição (e uma das piores jogando em casa), é um reflexo da falta de qualidade de alguns atletas do elenco do Verdão.

Pensando nisso listei alguns jogadores que não se deram bem com a camisa alviverde em 2017 e não fazem falta alguma para a equipe que vai em busca de conquistas em 2018.

Confira e deixe seu comentário:

Egídio

O lateral encabeça a lista. Para boa parte dos torcedores é um dos piores do elenco, se não o pior. Vai mal ofensivamente e principalmente defensivamente. Posição prioritária para reforços na próxima temporada.

César Greco – Agência Palmeiras

 

Juninho

Uma contratação que custou bastante para os cofres do Verdão, mas que não apresentou o retorno esperado. Longe disso, falhou nos momentos decisivos e ganhou antipatia de alguns torcedores.

Mayke

A lateral direita também é um problema. Mayke pouco fez por ali e se sair, não deixaria saudades.

Edu Dracena

Experiente defensor, Dracena vive mal momento já tem algum tempo. Atualmente para o elenco, não representa uma peça importante. O sistema defensivo como um todo não foi bom em 2017.

Michel Bastos

Outro que chegou até certo ponto badalado, Michel não rendeu com a camisa do Alviverde Paulista.

Tchê Tchê

Talvez aquele que mais teve o futebol em queda na última temporada. Tchê Tchê não consegue repetir as boas atuações da temporada passada.

Cartola FC
Foto: Cesar Greco/Agência Palmeiras

 

Bruno Henrique

Chegou após boa passagem pelo rival Corinthians, e pelo futebol italiano. No Verdão nada mostrou, apesar de seguir como titular e barrando nomes como Thiago Santos, Felipe Melo, Jean e Arouca.

Roger Guedes

Alterna boas partidas com outras nem tanto assim. Não consegue manter uma sequência de jogos e ainda tem o agravante na questão dos supostos problemas de relacionamento.

César Greco – Agência Palmeiras

 

Arouca

Pouco jogou em 2017. Seria mais interessante buscar outra peça no mercado da bola para compor o meio de campo.

Raphael Veiga

Veio como promessa, mas não rendeu. Até chegou a ser titular no início do Paulistão, mas sem grandes atuações.

Fabiano

Fez o gol contra a Chapecoense no título brasileiro e também contra o Peñarol pela Libertadores, no Allianz Parque. No entanto pouco rende jogando como lateral e não vem sendo sequer opção.

César Greco – Agência Palmeiras

 

Hyoran

Mais uma “promessa” que acabou não vingando. Tem boa técnica mas não conseguiu demonstrar ao longo de sua passagem.

Fernando Prass

Fez muito pelo Verdão, mas não consegue repetir as mesmas atuações e cada vez mais apresenta falhas individuais que um goleiro de uma equipe que pretende ser campeã da Libertadores não pode ter.

Erik

A última opção do setor de ataque do Palmeiras, Erik não se tornou aquilo que dele se esperava quando despontou no futebol.

Palmeiras
César Greco – Agência Palmeiras

Deyverson

Veio com aval de Cuca mas se mostrou uma péssima opção. Fez poucos gols, demonstrou pouca mobilidade e falhou em momentos decisivos. O jogo contra o Barcelona-EQU foi emblemático.

Foto: César Greco – Agência Palmeiras