Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Opinião: O que você não viu na partida entre Vôlei Nestlê e Camponesa Minas?

Com mais um ato de total falta de respeito da RedeTv, uma das emissoras, dona dos direitos de transmissão, cortou a partida em pleno 4º set, com o equilíbrio se confirmando dentro de quadra, a cada ponto, cujo clássico, era visto por todo o país e bastante aguardado pelo os fãs de vôlei ao redor do planeta. A transmissão foi bloqueada para passar a partida entre Goiás e Internacional, valendo mais uma rodada da Série B.

Artur de Figueiredo
Jornalista/ Especialista em Comunicação- Com mais de 10 anos de experiência com atuações em diversas plataformas. Desde a graduação venho atuando, como colaborador de diversas mídias. Em 2008, comecei a escrever para o maior portal de Rock e Heavy Metal do país, o Whiplash.net. No mesmo período, me ingressei como apoiador da cena cultural, artística, em especial, de São Paulo e região metropolitana, estive na redação do Stay Heavy. Posteriormente, tive a oportunidade de escrever também como colaborador da maior revista segmentada de Heavy Metal e Classic Rock, a Roadie Crew. Já na área esportiva, como jornalista de esporte Olímpico, tive o privilégio de atuar diretamente nas reportagens, comentários, sendo setorista de Sada Cruzeiro, Sesi São Paulo e Pinheiros, com foco sempre no voleibol. Redator e repórter do site mineiro: Virtuai.com, além do Portal Torcedores.com. No rádio, atuei como comentarista da Metropolitana AM 1070 e Garota FM 87.5. Atualmente, sou colaborador da rádio Poliesportiva. Continuo de forma ativa, buscando conteúdo exclusivo de qualidade, para todos amantes do esporte, contribuindo com informação de relevância para as demais plataformas. Finalizando, atuei como Assessor de Imprensa do clube União Mogi Futebol Clube e colunista do jornal Gazeta Regional. Sempre em busca de novos desafios, aberto ao crescimento, ao desenvolvimento profissional, especialmente, o crescimento humano, em cada área almejada.

Crédito: Vôlei Nestlê e Camponesa Minas, em duelo de Titãs, valendo mais uma rodada da Superliga feminina. Reprodução Minas Tênis

O que amante de voleibol não viu?

A partida estava com a vitória parcial para a equipe do Vôlei Nestlê por 2 sets a 1 e acabou com uma virada histórica do Camponesa Minas, para o delírio dos torcedores mineiros, e especialmente, para a grande maioria que não viu o decorrer da partida. Como um grande clássico que se preza, o equilíbrio, a disputa, eram as marcas e os principais ingredientes de uma partida dessa magnitude. A equipe paulista foi melhor nos dois primeiros sets, especialmente, com o dinamismo e precisão das levantadoras Carol Albuquerque e Fabíola, que fizeram valer o jogo ofensivo de Paula e Tandara a serem mais efetivos e as bolas de velocidade com a central Bia.

Do lado do Minas, Hooker e principalmente Rosamaria, deram as cartas. A segunda, por sua vez, foi eleita a melhor jogadora da partida com o troféu Viva Vôlei.

Em algumas rodadas anteriores, havia acontecido o mesmo problema, e a mesma emissora, apenas deixou de lado a transmissão de vôlei para difundir o futebol, mostrando uma verdadeira falta de respeito com o amante da modalidade. Em um país, que o futebol reina é algo mais que batido, discutirmos sobre o espaço do esporte olímpico na TV, quase nenhum. Com tanta de respeito, fica a pergunta: ‘dar migalhas aos pombos, por que não têm o que comer?’. Ou realmente, não transmitir, mostrar de forma explicita que não tem interesse na modalidade.

É mais digno e sincero, que tentar vender uma pseudo  ideia que o vôlei é o segundo esporte do país e blá, blá, blá, blá…O esporte que é jogado até nas ruas, nos quintais, com simples varais, como rede, são tão dignos que os campinhos de terra. O Vôlei que não cobra mais 20 reais por partida e conta com campeões olímpicos e mundiais. Em contrapartida, o famoso ‘pé de rato’ que ganha 200/300 mil e não faz jus ao que recebe, não respeita o torcedor e tampouco se importa com o resultado do seu clube.

O mundo da demagogia permeia o esporte e o dinheiro é o peso da balança que manipula, marginaliza uns e inclui outros. E assim caminha a humanidade…

Verdade seja dita, que a gestão que a cada dia é questionável, mais questionável ainda é atitude das emissoras que mostram total despreparo. Se não querem o vôlei, simplesmente, repassam para os outros. Se não querem, que deixe vago, é mais respeitoso ter o que merece, que tenha tudo ou nada. Simples, enfático, objetivo. Assim é a vida, assim é o esporte, ou somos ratos de esgotos que comem a comida suja e velha que nós dão e nos apegamos a aceitar o pouco, como fosse o banquete mais suculento e saboroso do universo.

Sobre o resto do 4º e 5º set……………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………………..