Rival do Palmeiras, Vitória não vence em casa há três meses

Palmeiras
O técnico Vagner Mancini conversa com os jogadores durante treino (Foto: Maurícia da Mata/EC Vitória/Divulgação)

O Vitória luta contra o fantasma do rebaixamento no Campeonato Brasileiro e, apesar da boa campanha quando atua fora de casa, tem péssimo aproveitamento recente em seus domínios, no estádio Barradão, local do confronto com o Palmeiras, nesta quarta-feira (8), às 21h45 (horário de Brasília), pela 33ª rodada da competição.

O time rubro-negro não sabe o que é vencer em casa há mais de três meses – o último triunfo foi contra a Ponte Preta, por 3 a 1, no dia 2 de agosto – neste período o time disputou seis partidas, com quatro derrotas e dois empates.

Por isso, os jogadores pedem tranquilidade para enfrentar o Palmeiras, time que briga pelo título e por uma vaga na Libertadores de 2018.

“Faz tempo que a gente não vence em casa. Isso não pode nos trabalhar, ser uma ansiedade. Sabemos que vamos enfrentar uma grande equipe. É um jogo que vale três pontos. É jogar como a gente vem jogando, pressionar o Palmeiras. Temos que incomodar o Palmeiras que é uma equipe que não gosta de ficar sem a bola”, afimou o volante Uillian Correia, que retorna ao time após cumprir suspensão.

A mesma opinião tem o goleiro Fernando Miguel, que dá a receita para voltar a ganhar os três pontos no Barradão.

“O Palmeiras tem uma grande equipe e merece nosso respeito, mas não podemos vacilar em casa. Temos que fazer um jogo de muito equilíbrio para vencermos a partida e continuarmos vivos nesta luta pela permanência na Série A”, disse o arqueiro, em entrevista ao Bahia Notícias.

Jogo perfeito contra o Palmeiras

Para o zagueiro Kanu, um dos maiores destaques do Vitória neste Brasileirão, a partida contra o time paulista será muito difícil e o Leão terá de ter atenção redobrada para sair vencedor.

“Temos que fazer um jogo perfeito para vencermos o Palmeiras, que tem uma grande equipe, de altíssimo nível. Não podemos vacilar. Precisamos ter atenção máxima durante os noventa minutos para conquistarmos os três pontos”, disse o defensor, em entrevista ao Bahia Notícias.

LEIA MAIS:

BAHIA AINDA TEM CHANCE DE SE CLASSIFICAR PARA A LIBERTADORES; CONFIRA AS POSSIBILIDADES

VERDÃO TEM SURPRESA ENTRE OS RELACIONADOS PARA ENFRENTAR O VITÓRIA