Futebol Internacional

Com Guerrero suspenso por doping, Peru tenta encerrar jejum de mundiais

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Com cinco gols marcados, Guerrero foi um dos destaques da seleção peruana nas eliminatórias (Foto: FPF)

Este último duelo acabou se tornando o centro das atenções após a suspensão do atacante do Flamengo, Paolo Guerrero. De qualquer forma, vale ficar de olho nas duas partidas, pois o retorno nas casas de apostas esportivas é de no mínimo 80% de lucro.

Peru sem seu artilheiro

Na metade das eliminatórias da América do Sul poucas pessoas conseguiam acreditar que o Peru reagiria e buscaria um lugar na repescagem. A façanha era tão difícil que foi necessário três vitórias e três empates nas últimas seis rodadas. Um dos fatores para alcançar o objetivo foi o atacante Guerrero, que anotou seis gols na competição, inclusive o último da seleção, contra a Colômbia e que garantiu o país nesta partida contra a Nova Zelândia.

Com isso, a equipe chegava com a moral alta para este jogo, até que uma péssima notícia pintou na última semana. O jogador foi pego no exame anti-doping e está suspenso preventivamente, ficando de fora da repescagem. A ausência do craque é um baque que pode ameaçar a classificação da seleção, que sonhava em encerrar um jejum de 35 anos sem participar de um Mundial.

No entanto, ainda assim, os peruanos aparecem como os mais cotados, dando R$ 1,80 para cada real, de acordo com números do Oddsshark.com.  O resultado praticamente deixaria o país com um pé na Rússia, porém é pouco provável. Um empate, que rende R$ 3,39, já seria uma grande vantagem para resolver em Lima.

Nova Zelândia aposta em atacante

Ao contrário do seu rival, a Nova Zelândia contará com seu homem gol. Com um time limitado, a seleção aposta todas as suas fichas em Chris Wood. O jogador foi o único a balançar as redes na Copa dos Confederações e é um goleador nato. Na temporada passada marcou 30 gols com a camisa do Leeds, na Segundona inglesa. Neste ano, migrou para o Burnley e mesmo sem tanto brilho já anotou mais três.

Se estiver inspirado pode sim garantir a vitória da equipe da casa, o que garante R$ 5,00 para R$ 1,00.

CONCACAF X ASIA

A repescagem mundial ainda renderá mais uma vaga, através da disputa entre Honduras e Austrália. O primeiro duelo ocorre nesta sexta-feira, às 20h, no Estádio Olímpico Metropolitano, em San Pedro Sula. As duas equipes tentam retornar a um Mundial após os fiascos na edição do Brasil, quando as seleções saíram sem sequer conseguirem um empate.

O confronto tem tudo para ser equilibrado, pois nenhum dos dois times contam com nenhuma grande estrela. O lado australiano até conta com o veterano Tim Cahill, que foi o salvador da disputa pelo terceiro lugar da fase asiática, porém, está longe de viver ao seu auge.

Com isso, a vaga aqui deve ser decidida nos mínimos detalhes e quem fizer valer o mando de campo certamente ficará com a vaga. Sendo assim, como a ida é em Honduras, o time da América Central precisa sair com a vitória, que garante R$ 2,00 para cada real, segundo dados do Oddsshark.com.  Um empate, que dá R$ 3,20, ou um triunfo dos visitantes, que garante R$ 4,20, tende a deixar a classificação nas mãos da Austrália.

Participações em Copas

Das quatro seleções envolvidas na repescagem mundial, a Austrália é que tem mais participações: quatro. A primeira foi em 1974, retornando depois em 2006 e disputando as duas edições seguintes. Apesar do histórico jamais passou das oitavas de final. Com o mesmo número está o Peru, só que o time sul-americano não vai para a Copa desde 1982, tendo tido também como o melhor desempenho chegar nas oitavas de final.

Logo depois aparece a equipe de Honduras, com três. O país estreou em 1982 e voltou em 2010 e 2014, porém nunca saiu da fase de grupos.

Por último está a Nova Zelândia, que foi em dois mundiais e também nunca avançou de fase. No entanto, o país ficará marcado por ter segurado a Itália em 2010 e evitado a classificação da equipe que até então era a atual campeã do Mundo.

 

 

Odds e palpites de outros jogos no Torcedores.

10/11 – 20h – Honduras (R$ 2,00) x (R$ 4,20) Austrália. Empate: R$ 3,20

11/11 – 01h15 – Nova Zelândia (R$ 5,00) x (R$ 1,80) Peru. Empate: R$ 3,39