Stock Car: Daniel Serra vence de ponta a ponta a Corrida 1 em Goiânia

Daniel Serra venceu no início da tarde deste domingo (19) a primeira corrida da penúltima etapa da temporada 2017 da Stock Car, que acontece no Autódromo Internacional Ayrton Senna, em Goiânia (GO). Em uma prova bastante disputada, o piloto da Eurofarma RC, que largou da pole position, só perdeu a primeira colocação quando foi aos boxes, e garantiu sua quarta vitória no ano.

Leonardo Marson
Jornalista com passagens pelas revistas Racing e House Mag.

Crédito: Foto: Duda Bairros

A segunda colocação ficou com Ricardo Zonta, piloto da Shell Racing que tomou a segunda colocação ainda no início da corrida, e chegou a pressionar Serra após a parada nos boxes. O português Antônio Félix da Costa, que fez sua estreia na temporada neste final de semana, completou o pódio com o carro da Hero Motorsport.

Marcos Gomes levou o carro da Cimed Racing ao quarto lugar, e viu Denis Navarro, seu companheiro de equipe, terminar em quinto. Vitor Genz conseguiu a sexta posição com o equipamento da EisenBahn, ao passo que Max Wilson, da Eurofarma RCM, acabou em sétimo. Thiago Camilo, da Ipiranga Racing, foi o oitavo, seguido por Rubens Barrichello, da Full Time, e Átila Abreu, da Shell Racing.

A segunda corrida da etapa de Goiânia da Stock Car está marcada para 14h10, pelo horário brasileiro de verão. A primeira posição no grid será de Átila Abreu, pela inversão de posições entre os dez primeiros.

Confira como foi a corrida

Daniel Serra manteve a primeira posição na largada, e viu Ricardo Maurício superar Marcos Gomes para assumir o segundo lugar. O campeão de 2015 também foi superado por Thiago Camilo e Ricardo Zonta, caindo para a quinta posição. Muitos pilotos tiveram problemas na primeira volta: Tuka Rocha, Cesar Ramos, Antônio Pizzonia, Allam Khodair e Cacá Bueno escaparam da pista.

Na terceira volta, Antônio Félix da Costa superou Denis Navarro para assumir a sexta colocação, enquanto Camilo anotou a melhor volta da prova. Sérgio Jimenez apareceu lento na pista. Serra não conseguia abrir vantagem, e viu um grupo com mais quatro carros se formar atrás dele. Zonta se aproveitou da proximidade dos pilotos e superou Camilo para assumir o terceiro posto.

Navarro voltou a superar Da Costa para assumir o sexto lugar. Pouco depois, a direção de prova abriu investigação sobre um incidente entre Felipe Fraga e Cesar Ramos ainda na largada. Na sexta volta, Ricardo Maurício viu o pneu traseiro esquerdo estourar, perdendo rendimento. Gomes, por sua vez, passou Camilo e subiu para o terceiro lugar, atrás de Serra e Zonta.

Fraga foi punido por atitude anti-desportiva contra Ramos, e pagou a punição na abertura da nona volta, enquanto Da Costa avançou ao quarto lugar ao deixar Camilo para trás. Serra, por sua vez, passou a abrir vantagem, e fez a melhor volta da corrida. O português, rapidamente passou a atacar Gomes pela terceira colocação.

Pressionado por Da Costa, Gomes partiu para o ataque sobre Zonta, chegou a gastar um push to pass, mas não conseguiu a ultrapassagem. Na décima volta, Lucas Foresti rodou após um toque de Gabriel Casagrande. No giro seguinte, Da Costa conseguiu a ultrapassagem sobre Gomes para tomar a terceira posição, e já passou a atacar Zonta pelo segundo posto.

Se aproveitando da disputa pelo segundo lugar, Serra ampliou sua vantagem para três segundos em relação a Zonta, que seguia pressionado por Da Costa. Na 14ª volta, Julio Campos superou Átila Abreu para assumir o nono lugar. Na abertura da volta 16, a janela obrigatória de paradas nos boxes foi aberta pela direção de prova.

Serra, Zonta e Gomes foram aos boxes na 17ª volta, e Da Costa assumiu a liderança da corrida provisoriamente, seguido por Camilo e Rubens Barrichello. Na saída dos boxes, o piloto da Shell Racing saiu colado ao representante da Eurofarma RC, que tinha quatro segundos de frente antes da parada para troca de pneus e reabastecimento.

Marcio Campos ficou lento na pista na 18ª volta, abandonando a disputa. No giro seguinte, Da Costa e Barrichello foram aos boxes, e Camilo assumiu a liderança da corrida. O português retornou à pista muito próximo de Serra e Zonta. O vice-líder do campeonato fez sua troca de pneus e reabastecimento no 20º giro, e retornou à pista apenas na sexta posição, atrás de Denis Navarro.

Após as paradas nos boxes, Serra assumiu a liderança, seguido por Zonta, Da Costa, Gomes e Navarro. Pouco depois, Julio Campos teve um problema em seu carro e abandonou a disputa. O incidente provocou a entrada do Safety Car na pista quando restavam oito minutos para o encerramento da primeira corrida do dia.

A relargada aconteceu quando restavam quatro minutos para o final da prova, e Max Wilson deixou Camilo para trás, tomando a sétima posição, imediatamente atrás dos surpreendentes Denis Navarro e Vitor Genz, quinto e sexto, respectivamente. Zonta partiu para o ataque sobre Serra na curva 1, sem sucesso.

Gomes tentou um ataque sobre Da Costa nas voltas finais, mas viu o português fechar a porta, em manobra que rendeu uma advertência ao piloto da Hero Motorsport. Na frente, Serra seguiu para vencer pela quarta vez na temporada.

Foto: Duda Bairros