Torcida do Timão ovaciona jogadoras do Audax/Corinthians e encanta goleira campeã da Libertadores

Torcida do Corinthians dá show no dérbi e encanta goleira do Audax/Corinthians
Foto: Corinthians/Audax​

No último domingo, pela 32ª rodada do Brasileirão da Série A, o Timão venceu o Palmeiras por 3 x 2, em sua Arena. No intervalo da partida, as jogadoras do Audax/ Corinthians deram volta olímpica pelo título invicto da Copa Libertadores Feminina, que foi conquistado no Paraguai, em outubro.

O estádio estava lotado e foram 46 mil pessoas no Dérbi paulista, a goleira Lelê foi quem ergueu a taça continental para os torcedores presentes na Arena, ela ficou encantada com a torcida corintiana, que ovacionou as meninas pela conquista inédita.

“Foi uma sensação de outro mundo, inexplicável. É uma torcida incrível, que é apaixonada por essa camisa desde quando está dentro da barriga da mãe. Eu nunca vi algo igual e pude sentir essa emoção bem de pertinho. Fiquei encantada com os gritos de “é, campeão”, que vinham de todos os lados! Com certeza, a sensação que tivemos foi como ganhar a final de novo e celebrar com toda a Fiel. Nós, atletas deste time gigante, somos privilegiadas de ter um torcedor tão fanático e presente como é o do Timão. Todo esse apoio ganha jogo sim, e isso foi comprovado pelos quase 50 mil loucos, que representavam milhões do lado de fora”, disse.

Na Copa Libertadores Feminina, o Audax/Corinthians foi a defesa menos vazada (apenas 2 gols sofridos) e após a final acabar empatado em 0 x 0, a goleira do clube paulista pegou dois pênaltis e foi decisiva para o título do time brasileiro. Ela comemorou a evolução que teve nessa temporada e quer crescer ainda mais projetando uma convocação para Copa do Mundo e Olimpíadas pela Seleção Brasileira.

“Este ano foi muito importante e contribuiu bastante para o meu crescimento no futebol, tanto pelo Corinthians quanto pela Seleção. É sempre uma honra enorme ser convocada. Em todas as convocações para a Seleção Brasileira, é um frio na barriga diferente, uma expectativa gigante e uma felicidade maior ainda quando o meu nome está lá. É claro que fico com uma grande esperança para que isso aconteça novamente, mas sigo trabalhando firme e com tranquilidade, pois sei da minha capacidade para defender bravamente as camisas que visto. Estou muito feliz por estar encerrando um ótimo ano, mas quero continuar evoluindo, crescendo e conquistando mais títulos para, quem sabe, chegar ainda mais forte e madura para o Mundial e a Olimpíada”, completou Lelê.



Apaixonado pelo futebol que é a melhor invenção do homem, atualmente setorista do Santos e Futebol Feminino pelo Torcedores.com