Extra-campo

Zagueiro do Oeste ressalta confiança no acesso e projeta ”pedreira” pela Série B

Publicado às

Colaborador do Torcedores

Crédito: Divulgação/AV Assessoria de Imprensa

Na quinta posição da Série B, a equipe do Oeste possui os mesmos 56 pontos do Paraná, quarto colocado. Na última rodada, porém, o Rubrão deixou escapar a chance de entrar no G4. Em casa, o time empatou em 1 a 1 com o Figueirense. Mesmo sem a vitória, o resultado não abalou o elenco, como destaca o zagueiro Joilson.

”Tentamos a todo o momento e de todos os jeitos a vitória. O torcedor viu isso. O goleiro defendia em cima da linha, eles tiravam, a bola passava raspando. Não deu. Mas a rodada foi boa. Conseguimos diminuir a distância pro quarto colocado. Antes tínhamos um ponto a menos que o Paraná, agora igualamos. Só estamos atrás pelo critério de desempate”, disse o defensor.

Joilson também ressalta o equilíbrio da Série B nesta reta final. ”É um campeonato muito equilibrado, muito difícil. Pode ver. Nessa rodada só o América que está entre os seis venceu. Só eles. Isso mostra que cada jogo é uma batalha diferente e que estamos na briga. Estamos fazendo uma ótima campanha e o torcedor pode ter certeza que vamos lutar muito por esse acesso”, comentou o jogador de 26 anos.

Restam quatro partidas para para o final da ”Segundona”, por isso, todo duelo se torna uma decisão. Na próxima sexta-feira (10), o Oeste visita a equipe do Juventude, às 19h15. Para Joilson, esta será mais uma batalha. ”Mais uma pedreira que temos pela frente. O Juventude é forte na casa deles e vai buscar a vitória depois de perderem nessa rodada. É batalha difícil e vamos trabalhar muito focados até o jogo. Fico feliz de estar numa sequência boa e ajudar o time. O mais importante sempre é o coletivo e vou ajudar de todas as formas esse grupo para conquistarmos o acesso”, concluiu.

LEIA MAIS

PAULINHO ”BOMBA” NA WEB APÓS MAIS UM GOL PELO BARÇA; CONFIRA

VÍDEO: MEIA DO PALMEIRAS ”OSTENTA” EM ROLÊ DE FUSCA

ATACANTE GANHA CHUTEIRA DE ”CEIFADOR”, SE TORNA MAIOR ARTILHEIRO DO BRASIL E AVISA: ”PODE MANDAR OUTRA”